Hastings deixa de ser co-CEO da Netflix. Empresa garantiu 7,66 milhões de novos assinantes no quarto trimestre

Em causa está um aumento de 7,66 milhões de assinantes, um número que supera largamente as previsões de 4,57 milhões de Wall Street, alavancado pelos sucessos de “Harry & Meghan” e “Wednesday”.

A Netflix anunciou esta quinta-feira que garantiu 7,66 milhões de novas subscrições no quarto trimestre do ano passado, acima das previsões de Wall Street, recuperando da perda de clientes que, na primeira metade de 2022, colocou o grupo sob forte pressão.

Além da atividade positiva, a empresa também fez saber que o co-CEO Reed Hastings se prepara para deixar o cargo, passando a “chairman” do grupo.

Em causa está um aumento de 7,66 milhões de assinantes, um número que supera largamente as previsões 4,57 milhões de Wall Street, alavancado pelos sucessos de “Harry & Meghan” e “Wednesday”.

Quanto aos ganhos por ação, os números foram mais baixos do que os previstos pela Refinitiv: 12 cêntimos, substancialmente abaixo dos 45 cêntimos apontados pela empresa.

A Netflix anteviu ganhos “modestos” no número de novos subscritores até março, prevendo ainda um crescimento anual de 4% nas receitas no mesmo período.

Greg Peters, o chefe de operações da empresa, foi promovido a co-CEO juntamente com Ted Sarandos.

Este é o primeiro trimestre em que o novo serviço apoiado pelo Netflix é incluído nos resultados dos seus ganhos. A empresa lançou este nível mais barato em novembro, mas não revelou que parte das novas subscrições provém de utilizadores que optaram por este serviço.

No último trimestre, a empresa disse que estava “muito otimista” quanto ao seu novo negócio de publicidade.

Sarandos e Peters, que haviam sido promovidos em julho de ano, num período desafiante para o grupo, irão partilhar o título de chefes executivos.

“Mas ambos conseguiram incrivelmente bem. Por isso a direção e eu acreditamos que é o momento certo para competir com a minha sucessão”, comentou Hastings.

A Netflix perdeu clientes na primeira metade de 2022, tendo voltado a crescer na segunda metade.

Em novembro, a Netflix introduziu uma opção mais barata em 2 países e suportada por anúncios-

“2022 foi um ano difícil, com um início acidentado, mas com um final mais brilhante. Acreditamos que temos um caminho claro para reacelerar o nosso crescimento de receitas”, refere a Netflix na sua carta trimestral aos acionistas.

Em dezembro, a base global de subscritores da empresa atingiu os 231 milhões.

O rendimento líquido caiu para 55 milhões ou 12 cêntimos por ação, de 607 milhões ou 1,33 dólares por ação um ano antes.

Recomendadas

Premium“Vamos continuar a trabalhar as duas marcas em separado”

Neves e Almeida e CEGOC vão trabalhar em autonomia e com equipas de gestão próprias, mantendo a identidade de cada marca.

Moçambique/Ataques: TotalEnergies pede avaliação a especialista humanitário

A petrolífera quer saber se há condições para retomar o projeto de exploração de gás que estava a construir na região.

CP alerta para perturbações na circulação entre 8 e 17 de fevereiro devido a greves

A empresa indicou também que a informação será atualização, caso venham a ser definidos serviços mínimos pelo Tribunal Arbitral.
Comentários