Hoje às 15h assista à JE editors Talks: Emprego, Empregadores e Empregados

A pandemia do novo coronavírus trouxe consigo inúmeros desafios ao mercado de trabalho. Saiba o que vai mudar na área do emprego, tanto para os empregadores como empregados.


O contexto em que vivemos veio alterar de forma estrutural as relações empregador – empregado. Até o próprio ambiente de trabalho mudou de forma radical. Que alterações podemos esperar no futuro ao nível do recrutamento? Toda esta questão do trabalho remoto tira ou dá poder ao trabalhador? Quem ficará verdadeiramente a ganhar com esta metodologia e que obstáculos vamos encontrar à sua plena implementação?

Saiba mais sobre o tema, nesta JE editors Talk que tem no painel a Multipessoal, ManpowerKelly Services e conta ainda com a participação especial de Rodrigo Lourenço, Advogado Principal da RRP Associados.

Poderá assistir em direto hoje às 15h, através do site ou do Facebook do Jornal Económico.

 

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a Multipessoal, a Manpower e a Kelly Services.

Recomendadas

BNA levanta suspensão da participação no mercado cambial imposta ao Finibanco Angola

O Finibanco Angola tinha sido suspenso de participar no mercado cambial, por um período de 45 dias, pelo Banco Nacional de Angola (BNA), depois de o supervisor bancário angolano detectar incumprimentos durante uma inspecção pontual, em meados de agosto.

“Café com o CEO”. Assista à conversa com o Dr. Luís Teles, em direto a partir de Luanda

“Café com o CEO” é uma iniciativa promovida pela empresa angolana E.J.M, fundada por Edivaldo Machado em 2012, que procura dar a conhecer os líderes que estão a dar cartas em Angola e outros países da Lusofonia. Assista à sessão em direto de Luanda, capital angolana.

Rogério Carapuça: “Há que estar entre os primeiros, não ser o primeiro dos últimos”

O presidente da APDC considera que o desenvolvimento do sector das TIC se dá a um ritmo saudável apesar dos obstáculos concretos que ainda impedem o país de estar entre os melhores classificados. A capacitação e qualificação das pessoas e das empresas são desafios no topo da agenda, mas a simplificação é palavra de ordem para abandonar o paradigma da burocracia que assombra os serviços públicos, alerta Rogério Carapuça.
Comentários