Hoje celebra-se a ‘Green Monday’. Sabe o que é?

Hoje é a última segunda-feira com pelo menos 10 úteis antes do Natal, uma das últimas oportunidades para fazer encomendas online e recebê-las antes de dia 25.

Noah Berger / Reuters

Depois da “Black Friday”, hoje celebra-se a “Green Monday”. Sabe do que se trata?

Há 10 anos, o Ebay deu esse nome à segunda-feira em que se nota uma subida significativa de vendas online antes do Natal,  a última com pelo menos 10 dias úteis até ao natal, que as pessoas verão como o último dia em que podem fazer as suas encomendas de forma a recebê-las a tempo da quadra festiva.

Segundo o Business Insider, a “Green Monday” tornou-se o maior dia de vendas online em dezembro, e um dos maiores do ano. Em 2016, terão sido gastos, 1,6 mil milhões de dólares em compras online.

No entanto, diz o mesmo site, a importância da data tenderá a desaparecer, já que a maioria das lojas está a apostar no envio rápido das encomendas. Com essa maior velocidade, a concentração da urgência de milhões de pessoas a comprarem prendas de Natal, no que lhes parece ser o último dia que lhes permitirá recebê-las a tempo, tenderá a ser menor.

Recomendadas

Prémio “João Vasconcelos – Empreendedor do ano 2022” atribuído aos fundadores da Coverflex

O prémio de “Empreendedor do Ano” foi entregue pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, e por Bernardo Correia, ‘country manager’ da Google Portugal, entidade parceira desta edição.

Empresa aeronáutica prevê 6 milhões para começar a produzir aviões em Cabo Verde

“Venho elaborando este projeto já há dois anos, criei a empresa Aeronáutica Checo-Cabo-verdiana, empresa que irá produzir os aviões da Orlican e Air Craft Industries em Cabo Verde”, afirma Mónica Sofia Duarte.

BPI e FCT financiam 20 projetos e nove ideias para o desenvolvimento sustentável no Interior

A edição de 2022 do Programa Promove, uma iniciativa da Fundação “la Caixa”, em colaboração com o BPI e em parceria com a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), concedeu apoios a fundo perdido de perto de 3,6 milhões a um total de 20 projetos e nove ideias destinados a impulsionar o desenvolvimento sustentável de regiões do interior de Portugal.
Comentários