Homem detido depois de disparar contra a GNR

A GNR deslocou-se à casa do homem devido a um processo de ameaça com arma de fogo e foi recebida ao tiro.

Um homem de 60 anos disparou para o ar, na manhã desta terça-feira, perante a presença da Guarda Nacional Republicana na sua residência, no Pinhal Novo, segundo o “Jornal de Notícias”.

Segundo o jornal a GNR deslocou-se à casa do homem devido a um processo de ameaça com arma de fogo. Os agentes levavam um mandado de busca e apreensão da arma do suspeito que acabou por reagir mal à presença da GNR.

Não existem feridos e o homem que esteve em fuga já foi apanhado após trocas de tiros com os elementos da GNR.

Recomendadas

Cenário económico não anula metas de descarbonização

O cenário de uma possível recessão, associada à já frágil conjuntura macroeconómica, não assusta o sector, que diz estar “bem mais preparado” do que em 2008. As fragilidades herdades da pandemia persistem, mas importa não perder o foco das metas estabelecidas.

PremiumMudar o sector alimentar para atingir metas de carbono zero

Mesmo que todas as emissões nocivas fossem imediatamente interrompidas, as emissões do sistema alimentar global seriam suficientes para elevar o limite de subida da temperatura global em 1,5°C graus.

Projetos de transição vão sofrer com efeitos da crise

Os processos de transição climática em curso já estão a sofrer soluços no atual cenário macroeconómico e há lições a tirar. “Tudo vai custar muito mais do que se pensava”, garante o CEO da Madoqua Renewables ao Jornal Económico.
Comentários