Hóspedes alemães em maioria na Madeira em 2013

Os alemães lideraram a lista de hóspedes em unidades turísticas da Madeira em 2013, seguidos de turistas do Reino Unido e de Portugal, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE). De acordo com dados constantes nos Anuários Estatísticos Regionais hoje divulgados e referentes a “hóspedes nos estabelecimentos de alojamento turístico por município, segundo o país […]

Os alemães lideraram a lista de hóspedes em unidades turísticas da Madeira em 2013, seguidos de turistas do Reino Unido e de Portugal, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com dados constantes nos Anuários Estatísticos Regionais hoje divulgados e referentes a “hóspedes nos estabelecimentos de alojamento turístico por município, segundo o país de residência habitual”, a Madeira hospedou 1,12 milhões de pessoas em unidades turísticas em 2013, 214.335 oriundas da Alemanha, um dos mercados habituais daquela região autónoma, a par com o mercado britânico.

O mesmo documento refere que cerca de 208 mil pessoas, oriundas das ilhas britânicas, demandaram à Madeira no ano passado ficando hospedadas em unidades turísticas da região, a par de cerca de 205 mil turistas portugueses.

Dos cerca de 1,12 milhões de hóspedes que alugaram quarto em unidades hoteleiras da Madeira, pouco mais de um milhão são oriundos dos 27 países da União Europeia (UE).

No total, ainda de acordo com o INE, Portugal recebeu em 2013 cerca de 15,2 milhões de hóspedes em unidades turísticas – 13 milhões dos quais oriundos dos 27 países da UE.

A região de Lisboa recebeu 4,4 milhões de hóspedes, 1,4 milhões dos quais portugueses, seguida do Algarve com 3,2 milhões (972 mil portugueses e 906 mil britânicos), o Norte (2,9 milhões) e o Centro (2,2 milhões).

No documento do INE não estão disponíveis dados de 75 dos 308 municípios portugueses, cerca de um quarto do total.

De acordo com o mesmo documento, cinco concelhos – Vila Nova de Poiares (Coimbra), Cadaval e Sobral de Monte Agraço (Lisboa), Mação (Santarém) e Penamacor (Castelo Branco) – não receberam qualquer hóspede em unidades turísticas em 2013.

A estada média de hóspedes estrangeiros em Portugal é de 3,5 noites, mas em determinados municípios da Madeira e do Algarve esse valor chega a aproximar-se de uma semana, o mesmo acontecendo, por exemplo, nos concelhos de Mortágua, em Viseu (com 8,8), Pedrógão Grande, em Leiria (6), Coruche, em Santarém (5,9), e Avis, Portalegre (5).

OJE/Lusa

Recomendadas

Novobanco pesou 37,6% do dinheiro injetado pelo Estado na banca desde 2008 até 2021

A CGD beneficiou de 5.458 milhões de euros; o BES/Novobanco recebeu 8.291 milhões (valor do saldo negativo para o Estado); o BPN consumiu 6.146 milhões; o BPP beneficiou de 268 milhões e o Banif 2.978 milhões. Isto são as causas para o saldo desfavorável para o Estado que soma 22.049 milhões de euros.

Governos podem precisar de taxar empresas de energia para ajudar os mais pobres, diz CEO da Shell

O presidente executivo da Shell considera que o mais importante é “proteger os mais pobres” e como tal os governos podem vir a precisar de taxar empresas de energia. “Há uma discussão a ser feita sobre isso, mas acho que é inevitável” a necessidade de intervenção, considerou.

TdC identifica mais de 12 mil milhões de euros de despesa com 186 benefícios fiscais em 2021

O organismo alerta para a inconsistência com os 336 benefícios mencionados pela Autoridade Tributária, para a concentração do recurso a estas medidas em poucos beneficiários e para a falta de avaliação quanto ao impacto real das mesmas.