Hospital de Braga sem médicos de cardiologia pediátrica

Hospital bracarense assume “indisponibilidade total” de médicos da especialidade, “não sendo possível manter assegurado o acompanhamento dos doentes em cardiologia pediátrica”. São encaminhados para unidades hospitalares do Porto, a 50 quilómetros. Presidente da Câmara de Braga assume “preocupação”, sobretudo por este ser “um dos territórios mais jovens do país”. Dirigente sindical avisa que “situação só vai piorar” e critica Governo.

O Hospital de Braga, que presta cuidados de saúde a cerca de 1,2 milhões de pessoas dos distritos de Braga e Viana do Castelo, está sem médicos de cardiologia pediátrica, sendo obrigado a encaminhar os utentes para os hospitais do Porto, a 50 quilómetros de distância, apurou o NOVO. O hospital bracarense assume “indisponibilidade total” para assegurar cuidados nesta especialidade por falta de médicos.

Dedicada ao diagnóstico e tratamento de doenças do coração e do sistema cardiovascular nas faixas etárias mais jovens, a cardiologia pediátrica é uma especialidade determinante em qualquer hospital de referência, sobretudo em regiões com elevado número de nascimentos, como é o caso de Braga.

“O Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Braga registou, em 2022, o nascimento de 2.891 bebés, um aumento de 105 partos em comparação com o ano anterior”, anunciou a unidade hospitalar esta semana. Porém, estes bebés, assim como os restantes utentes da região em idade pediátrica, têm de se deslocar ao Hospital de São João e ao Hospital de Santo António, ambos no Porto, se precisarem de cuidados de cardiologia.

Leia a notícia na íntegra na edição do NOVO que está, este sábado, dia 21 de Janeiro, nas bancas.

Recomendadas

ACT. Acidentes de trabalho causaram a morte de 124 trabalhadores em 2022

Em 2023 e até 1 de fevereiro, foram já registados três acidentes com vítimas mortais nas instalações das empresas nos distritos de Aveiro, Beja e Braga.

PremiumLeia aqui o Jornal Económico desta semana

Esta sexta-feira está nas bancas de todo o país a edição semanal do Jornal Económico. Leia tudo na plataforma JE Leitor. Aproveite as nossas ofertas para assinar o JE e apoie o jornalismo independente.

Jornada Mundial da Juventude. Patriarca defende equipamentos “dignos, económicos e capazes”

O cardeal-patriarca de Lisboa defendeu hoje que “é bom” tudo o que for feito para que os equipamentos da Jornada Mundial da Juventude “fiquem com dignidade e fiquem económicos e capazes” para o evento agendado para agosto em Lisboa.
Comentários