Hotelaria domina turismo da Madeira mas perde espaço para alojamento local

A hotelaria concentra 84,2% das dormidas, mas quebrou 3,4%, enquanto que o alojamento local já representa 14%, e subiu 17%.

A hotelaria continua a ser dominante no turismo da Madeira, concentrando 84,2% das dormidas, mas vai perdendo algum relevo, de forma consistente, para o alojamento local, que já representa 14%.

Em termos homólogo a hotelaria voltou a ter uma quebra, nas dormidas, em outubro, com uma descida de 3,4%, enquanto que o alojamento seguiu uma tendência inversa com uma subida de 17%.

Em outubro existiram 729,3 milhares de dormidas. A hotelaria concentrou 614,2 milhares.

Este tem sido um padrão algo recorrente nos últimos meses com aumentos sucessivos no alojamento local, em termos de peso no turismo, retirando algum relevo à hotelaria na Madeira.

O turismo no espaço rural e de habitação tem também tido crescimento mas só representa 1,8% do total das dormidas, mas mesmo assim teve um crescimento de 0,4%.

Recomendadas

Açores: Tribunal de Contas acolhe primeiro Encontro de Jovens Auditores da CPLP

“O Auditor do Futuro” é o tema deste primeiro Encontro, organizado pela Secção Regional dos Açores, que traz a Ponta Delgada quase meia centena de jovens auditores com idades até aos 35 anos.

BE alerta para aumento dos “fenómenos de exclusão e pobreza” na Madeira

A coordenadora do Bloco de Esquerda considerou que a região autónoma “está atrasada” no apoio à população sem-abrigo, nomeadamente ao nível das respostas previstas na estratégia nacional, como o projeto “casa primeiro”.

Madeira: Proteção Civil reforça atividade física nos Corpos de Bombeiros

A iniciativa do Serviço Regional de Proteção Civil começou no ano de 2018 em parceria com a Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia, sendo a mesma reforçada em 2022, com a colaboração de dois preparadores físicos.
Comentários