Iberis entra no capital da Carmo Wood para reforçar investimento da empresa de madeiras

Em comunicado é revelado que a gestora de fundos de private equity e venture capital, Iberis Capital, passou a deter, em conjunto com um co-investidor, 20% do capital da empresa Carmo Wood, empresa líder europeia no segmento das madeiras tratadas.

A Iberis vai entrar no capital da Carmo Wood para reforçar o investimento em novas aquisições e na internacionalização da empresa.

Em comunicado é revelado que a gestora de fundos de private equity e venture capital, Iberis Capital, passou a deter, em conjunto com um co-investidor, 20% do capital da empresa Carmo Wood, empresa líder europeia no segmento das madeiras tratadas.

A nova estrutura acionista da Carmo Wood pretende também dinamizar o estágio de crescimento da empresa através do reforço da atividade internacional e da diversificação dos canais de distribuição. Com exportações para 40 países, a faturação da Carmo Wood deverá atingir os cem milhões de euros em 2022, o que representa um crescimento homólogo de 15%.

“Fundada pela família Milne e Carmo que mantém o controlo maioritário da companhia, com 80% do capital, a Carmo Wood entra agora num novo estágio de expansão, focado no investimento de novas aquisições que permitam acelerar o crescimento sustentado da empresa”, segundo o comunicado.

A entrada dos novos sócios no capital da Carmo Wood, “que emprega 400 colaboradores e tem quatro unidades fabris em Pegões, Almeirim e Oliveira de Frades, vai determinar a implementação de um novo sistema de Governance, desenhado de acordo com as melhores práticas e que alinha os acionistas, a gestão e os restantes stakeholders para o desenvolvimento futuro da Carmo Wood”, anuncia a empresa.

“Com esta operação, a Carmo Wood reforça ainda a aposta em I&D, com um investimento adicional de quatro milhões de euros, alavancado no Fundo Bluetech, gerido pela Iberis Capital. As competências da Iberis Capital nos domínios de I&D foram reconhecidos pela Agência Nacional da Inovação, fator determinante para a concretização da operação”, acrescenta.

Luís Quaresma, sócio da Iberis Capital, diz na nota que “a Carmo Wood é a maior empresa europeia em soluções de exterior e de interior de madeira tratada” e que “em conjunto com os novos acionistas, pretendemos reforçar a sua posição de líder nos 40 mercados em que opera e conquistar novas geografias, um trabalho alavancado na estratégia da atual gestão, liderada por Jorge Milne e Carmo”.

Fundada em 2017, a Iberis Capital é gestora de fundos de private equity e venture capital sediada em Lisboa.

A Carmo Wood produziu e trabalhou a madeira utilizada nos Passadiços do Paiva, na Ponte Pedonal da Calçada de Carriche e nos escritórios flutuantes no Porto de Bordéus.

Recomendadas

Sete bancos lucraram dois mil milhões até setembro, mais 71% que no período homólogo

Os lucros dos sete maiores bancos – Caixa Geral de Depósitos, BCP, Novobanco, Santander Totta, BPI, Crédito Agrícola e Banco Montepio somam 2.006,3 milhões de euros até setembro deste ano, o que compara com um valor de 1.172 milhões nos nove meses do ano passado. O que significa que os lucros dos sete bancos cresceram 71,2%.

Violência doméstica. APAV junta-se à hamburgueria A-100 em ação de sensibilização

A hamburgueria compromete-se a doar à APAV um euro por cada sobremesa vendida esta sexta-feira e vai iniciar uma angariação de fundos na sua página de Instagram até ao final do ano, com o dinheiro a reverter a favor da associação.

PremiumGoverno acusado de favorecer vencedores dos leilões de energia solar

Governo aprovou medidas para os projetos obterem financiamento e saírem do papel, mas vários promotores consideram medida injusta para o restante sector. Tutela fala de “circunstâncias imprevisíveis” como a Covid e a guerra.
Comentários