Ibersol rejeita oferta de 230 milhões pelos Burger King (com áudio)

A Ibersol, depois de rejeitar a oferta vinculativa, dá aos espanhóis da RBI um prazo até 10 de junho para rever os termos da oferta pela compra da Burger King.

A Ibersol SGPS informou no site da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que recebeu uma oferta vinculativa para a aquisição dos seus restaurantes Burger King. Mas, “após uma análise preliminar da oferta vinculativa, o Conselho de Administração da Ibersol SGPS decidiu comunicar à Restaurant Brands Iberia (RBI) a sua discordância com relação aos referidos ajustamentos, dando oportunidade à RBI de rever os termos e condições da Oferta Vinculativa até ao próximo dia 10 de junho”.

No comunicado é dito que “na sequência do comunicado de 10 de março de 2022, a Ibersol SGPS  informa que recebeu a 3 de junho de 2022 uma oferta vinculativa da Restaurant Brands Iberia (RBI) para a aquisição dos restaurantes da insígnia Burger King em Portugal e Espanha, por via da compra das sociedades Iber King – Restauração e Lurca”.

“Ainda que a oferta vinculativa continue a partir do Enterprise Value [inclui dívida] indicado em 10 de março de 250 milhões de euros, numa base cash and debt-free, a RBI apresentou na oferta vinculativa um conjunto de ajustamentos respeitantes à evolução futura do EBITDA e/ou geração de cash flows que entende conduzir a um Enterprise Value de 212 milhões de euros, acrescido de 7,3 milhões relativos a créditos fiscais e 3 milhões de euros do investimento em dois restaurantes adicionais abertos em 2022″, refere a Ibersol.

Na oferta vinculativa “prevê-se ainda uma proposta de aquisição pela RBI, por 8 milhões de euros, de cinco ativos imobiliários não incluídos anteriormente no perímetro da potencial transação”.

Ora, fazendo as contas, a oferta dos espanhóis soma 230,3 milhões de euros, abaixo dos 250 milhões apresentados inicialmente.

A Ibersol rejeitou a oferta da RBI pela Burger King dizendo que a pontencial compradora pode rever oferta até 10 de junho. Isto é, a Restaurant Brands Iberia tem cinco dias para rever os termos da oferta.

Recorde-se que a Ibersol e a Restaurant Brands Iberia (RBI), “masterfranchiser” da Burger King em Portugal e Espanha, tinham prolongado até 31 de maio o período de negociações exclusivas para a venda à RBI dos 119 restaurantes da marca que a empresa portuguesa detém em território nacional

Relacionadas

Ibersol prolonga prazo de exclusividade de negociações para venda de restaurantes Burger King

A Ibersol voltou a prolongar o prazo das negociações para venda de restaurantes Burger King, agora é até 3 de junho.

Prazo para a Ibersol negociar a proposta de aquisição do Burger King foi alargado para 31 de maio (com áudio)

A Ibersol está a negociar em regime de exclusividade a venda dos restaurantes Burger King que detém em Portugal e em Espanha à Restaurant Brands Iberia (RBI). O negócio tem um valor de 250 milhões de euros.

Ibersol reduz prejuízos para 1,7 milhões de euros no primeiro trimestre

As vendas do grupo aumentaram 91,3% face ao mesmo período de 2021, para 106,5 milhões de euros, dos quais 104 milhões de euros em restauração (restaurantes, balcões, concessões e catering).
Recomendadas

Prémio “João Vasconcelos – Empreendedor do ano 2022” atribuído aos fundadores da Coverflex

O prémio de “Empreendedor do Ano” foi entregue pelo presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, e por Bernardo Correia, ‘country manager’ da Google Portugal, entidade parceira desta edição.

Empresa aeronáutica prevê 6 milhões para começar a produzir aviões em Cabo Verde

“Venho elaborando este projeto já há dois anos, criei a empresa Aeronáutica Checo-Cabo-verdiana, empresa que irá produzir os aviões da Orlican e Air Craft Industries em Cabo Verde”, afirma Mónica Sofia Duarte.

BPI e FCT financiam 20 projetos e nove ideias para o desenvolvimento sustentável no Interior

A edição de 2022 do Programa Promove, uma iniciativa da Fundação “la Caixa”, em colaboração com o BPI e em parceria com a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), concedeu apoios a fundo perdido de perto de 3,6 milhões a um total de 20 projetos e nove ideias destinados a impulsionar o desenvolvimento sustentável de regiões do interior de Portugal.
Comentários