PremiumIL quer avaliar e premiar o mérito na Função Pública

Cotrim de Figueiredo dá o pontapé de saída nos eventos da rentrée política elegendo como prioridade a Administração Pública. Quase todos os partidos vão abordar a degradação dos serviços públicos. PS só regressa em setembro.

Lusa

A IL dá esta sexta-feira o pontapé de saída na tradicional rentrée política dos partidos, de olhos postos naquilo que considera ser a degradação dos serviços públicos e na exigência da reintrodução de avaliações periódicas em toda a máquina do Estado, tendo em vista valorizar e premiar o mérito de quem é funcionário público, cumpre a sua missão e apresenta resultados. Ou seja, o discurso de arranque do novo ano político dos liberais elege como prioridade a valorização da Administração Pública, conjugada com uma cultura de exigência.

“Os casos de mau funcionamento dos serviços públicos que todos os dias enchem os jornais são consequência direta da falta de competência e autonomia dos decisores aos vários níveis da Administração Pública. Ora, não é possível ter uma Administração Pública competente e autónoma com tantos funcionários desmotivados e mal geridos”, assume o partido ao Jornal Económico (JE).

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Premium1828, a revolução das carnes

Provavelmente, estas são as melhores carnes do mundo e podem ser degustadas no Steak house 1828, um dos 12 espaços de restauração que constituem a oferta gastronómica diversificada do WOW – World of Wine, em Vila Nova de Gaia.

PremiumMudar o sector alimentar para atingir metas de carbono zero

Mesmo que todas as emissões nocivas fossem imediatamente interrompidas, as emissões do sistema alimentar global seriam suficientes para elevar o limite de subida da temperatura global em 1,5°C graus.

PremiumAntigas gestoras voltam ao mercado de trabalho com a Católica-Lisbon

Programa destina-se a mulheres com background na área de gestão, finanças e economia, que estão fora há, pelo menos, dois anos. Há nova edição na forja.
Comentários