Ilha da Berlenga torna-se 100% sustentável por 350 mil euros

Por via deste sistema à base da energia renovável, foi possível substituir o combustível por fontes de energia renovável, garantindo a qualidade e continuidade de serviço, a redução das emissões de dióxido de carbono (cerca de 40 toneladas por ano) e a preservação do património natural.

Com a ajuda dos painéis fotovoltaicos, um sistema de armazenamento de energia e equipamentos que permitem controlar e monitorizar remotamente o sistema da EDP, a ilha da Berlenga é hoje 100% renovável.  O projeto denominado “Berlenga Sustentável” representa um investimento de cerca de 350 mil euros.

De acordo com o comunicado, divulgado esta terça-feira, todo este sistema, localizado por cima do Bairro dos Pescadores, “foi pensado e implementado segundo critérios rigorosos de integração paisagística e ambiental”.

Até agora, o fornecimento de eletricidade na ilha, situada a cerca de 10 quilómetros da costa, era de algumas horas e condicionado ao consumo, sendo realizado com recurso a geradores alimentados a diesel. Por via deste sistema, foi possível substituir o combustível por fontes de energia renovável, garantindo a qualidade e continuidade de serviço, a redução das emissões de dióxido de carbono (cerca de 40 toneladas por ano) e a preservação do património natural.

“Com este investimento realizado pela EDP Distribuição em articulação com a autarquia, a DGEG, o ICNF, a ERSE e outros organismos, a Berlenga passa a ter acesso a energia renovável e a ser mais um exemplo de que a democratização da energia é um pilar fundamental da descarbonização da economia e da transição energética, e um direito de todos”, o Secretário de Estado Adjunto e da Energia.

“Este investimento substitui combustível fóssil por uma fonte de energia renovável, garantindo maior e melhor qualidade de vida aos habitantes da ilha, tornando-a uma referência nacional e europeia. Berlenga passa a ser uma ilha 100% sustentável e 100% auto-sustentável “, acrescentou.

Recomendadas

PremiumRede 5G, um ano e quatro mil antenas depois

Portugal arrancou com a tecnologia de quinta geração a 26 de novembro. NOS, a primeira a lançar, revela que conta com 3.200 estações instaladas.

PremiumOaktree, Cerberus e Vanguard na corrida à VIC Properties

A Alantra vai receber esta sexta-feira as propostas não vinculativas para a compra dos ativos da VIC Properties. A Vanguard deverá avançar para o Pinheirinho. Oaktree e Cerberus entre os interessados.

Marcas vs Catar: o difícil equilibrismo das maiores marcas do mundo. Veja o “Jogo Económico”

Do equilibrismo de quem patrocina a prova à anti-campanha de quem está de fora, estes dias estão entregues a uma espécie de Mundial de marcas com desfecho imprevisível. Daniel Sá, especialista em marketing desportivo e diretor-executivo do IPAM e Henrique Tomé, analista da corretora XTB, são os convidados desta edição.
Comentários