Imobiliária Iad compra startup Homepilot

Com este negócio, a empresa com sede em Paris e operação em Portugal vai conseguir mais facilmente lançar-se no mercado da gestão de arrendamentos, que vale 6 mil milhões de euros só em França.

A imobiliária Iad, que está presente em Portugal, comprou a startup francesa Homepilot, especializada na gestão digital de arrendamentos imobiliários. A aquisição, cujo valor não foi revelado, terá reflexos no trabalho dos cerca de mil consultores da Iad Portugal, porque aumenta o portefólio da empresa.

“Ao impressionante crescimento orgânico do grupo Iad, juntamos agora a aquisição da Homepilot, que permitirá acrescentar um novo componente ao portefólio de serviços prestados aos nossos clientes. Esperamos que a Homepilot venha a ter no nosso país o sucesso que tem já em França. Estamos também atentos a possibilidades de aquisição em Portugal que possam acelerar ainda mais o nosso crescimento”, disse Alfredo Valente, CEO da Iad Portugal.

Segundo o CEO do grupo, Clément Delpirou, a “aquisição desta startup visionária e promissora, que opera num sector adjacente à mediação imobiliária, vai permitir-nos alargar o âmbito das nossas atividades, abrindo caminho a novas perspetivas de crescimento e, assim, tornarmo-nos um player-chave na gestão de arrendamentos imobiliários a nível europeu”.

Ou seja, permite à empresa com sede em Paris – com um volume de negócios de 526 milhões de euros – lançar-se no mercado da gestão de arrendamentos, que em França vale hoje cerca de 6 mil milhões de euros.

Fundada em 2017, na cidade de Vincennes, a Homepilot gere atualmente mais de mil milhões de euros em ativos imobiliários, sendo que a grande maioria são propriedades residenciais. A empresa tem um volume de negócios de 3 milhões de euros e emprega 40 colaboradores em Paris.

Para Gilles Bourcy, cofundador da Homepilot, a Iad “partilha a mesma visão do imobiliário assente no empreendedorismo e na inovação”. “Esta aproximação permitirá fortalecer as nossas raízes locais, contando com uma rede de mais de 15 mil consultores só em França. Além disso, a experiência e os recursos da Iad permitirão acelerar a nossa estratégia de crescimento internacional com a integração de agências imobiliárias e de carteiras de imóveis para gestão”, referiu o empreendedor.

O negócio “ajudará a consolidar a cadeia de valor do imobiliário e beneficiar das sinergias de ambas as empresas: a venda cruzada de mais de 66 mil transações imobiliárias na Europa direcionadas para a procura de arrendamento e gestão de imóveis e, no sentido inverso, a venda cruzada de propriedades sob gestão em benefício de todos os stakeholders”, completou Clément Delpirou.

Recomendadas

BNA levanta suspensão da participação no mercado cambial imposta ao Finibanco Angola

O Finibanco Angola tinha sido suspenso de participar no mercado cambial, por um período de 45 dias, pelo Banco Nacional de Angola (BNA), depois de o supervisor bancário angolano detectar incumprimentos durante uma inspecção pontual, em meados de agosto.

“Café com o CEO”. Assista à conversa com o Dr. Luís Teles, em direto a partir de Luanda

“Café com o CEO” é uma iniciativa promovida pela empresa angolana E.J.M, fundada por Edivaldo Machado em 2012, que procura dar a conhecer os líderes que estão a dar cartas em Angola e outros países da Lusofonia. Assista à sessão em direto de Luanda, capital angolana.

Rogério Carapuça: “Há que estar entre os primeiros, não ser o primeiro dos últimos”

O presidente da APDC considera que o desenvolvimento do sector das TIC se dá a um ritmo saudável apesar dos obstáculos concretos que ainda impedem o país de estar entre os melhores classificados. A capacitação e qualificação das pessoas e das empresas são desafios no topo da agenda, mas a simplificação é palavra de ordem para abandonar o paradigma da burocracia que assombra os serviços públicos, alerta Rogério Carapuça.
Comentários