Impasse político aviva nervosismo dos investidores

Se é verdade que Cavaco Silva demonstra preocupação pela estabilidade governativa futura, o modo como conduz a sua decisão preocupa os mercados

Dia marcado pelos eventos políticos endógenos. As exigências do Presidente da República ao líder do Partido Socialista adiaram a indigitação do novo primeiro-ministro português. Do ponto de vista dos mercados, estamos perante uma decisão que aviva nervosismos dos investidores. A verdade é que perpetuar a atual indefinição governativa adia novos projectos de investimento e consumo por parte dos agentes económicos. Se é verdade que Cavaco Silva demonstra preocupação pela estabilidade governativa futura, o modo como conduz a sua decisão preocupa os mercados. Sinal disso mesmo é a subida das yields a 10 anos, que subiram hoje mais de oito pontos base.

A bolsa portuguesa deu sinais de regozijo com a solução apresentada. O setor bancário negociou acima da linha de água, com ganhos expressivos na convição de que mais estabilidade na coligação de esquerda será benéfica para os bancos portugueses.

Incontornável é a volatilidade observada no petróleo. O activo, que hoje negociou muito perto dos 40 dólares por barril, rapidamente registou movimentos altistas fruto das declarações de um dos principais analistas do Goldman Sachs, a prever uma surpresa por parte da OPEP em reacções às fortes quedas do preço da matéria-prima. A tendência continua a ser de queda, em virtude do esperado aumento da taxa de juro nos Estados Unidos, sendo as correções altistas resultado da tomada de mais-valias de grande parte dos investidores.

OJE/XTB Portugal

Recomendadas

Afinal, pensões mais baixas vão subir 4,83% em janeiro

Pensões até 961 euros vão ter aumento de 4,83%, pensões entre 961 euros e 2.883 euros vão subir 4,49% e pensões acima de 2.883 euros vão crescer 3,89%. Correção das atualização vai custar 110 milhões de euros, aos quais se somam os 1.155 milhões de euros já previstos.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Mais de 1,1 mil milhões do PT 2020 mobilizados para a inclusão social e combate à pobreza no Norte do país

A Estratégia Europa 2020 assumida por Portugal visava atingir uma taxa de emprego de 75% e a redução de, pelo menos, 200 mil pessoas em situação de risco de pobreza ou exclusão social, metas que foram alcançadas.