Impostos: quantos municípios não aplicam a taxa mínima de IMI?

A Lei do Orçamento de Estado para 2016 alterou a taxa máxima de IMI aplicável aos prédios urbanos de 0,5% para 0,45%.

O mês de abril é o mês de pagar o IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis). A entrada em vigor da nova lei veio este ano conceder aos proprietários de todo o país a possibilidade de ver a sua fatura sobre o valor patrimonial tributário reduzida para menos de 0,45%. Assim, na hora de pagar pode encontrar uma cobrança entre 0,3% e 0,45% do valor total da sua propriedade.

No entanto, uma vez que se trata de um imposto municipal este pode variar consoante o concelho em que estão inseridas as propriedades. Por exemplo, uma habitação em Setúbal está sujeita ao pagamento da taxa máxima aplicável (0,45%), enquanto Porto a taxa de imposto a ser aplicada é de 0,32%.

Em Portugal, cerca de dois terços dos municípios aderiram às reduções no IMI em função do número de filhos que as famílias têm em encargo. Descubra no mapa acima se o seu concelho faz parte dessa lista e qual será o valor de IMI que terá de pagar.

Recomendadas

Veja os efeitos das mexidas no IRS no imposto a pagar e rendimento líquido

De acordo com as simulações da consultora EY, as mexidas no IRS com atualizações dos escalões em 5,1% e a redução da taxa do segundo escalão de 23% para 21% que, em consequência, diminui a taxa média nos restantes escalões, numa medida que abrange milhões de agregados, levarão a que quem não tiver aumento de rendimentos no próximo ano vai pagar menos IRS e que todos os contribuintes tenham um aumento do rendimento liquido em 2023.

Infografia | Já conhece o Regime Geral de Prevenção da Corrupção?

O Regime Geral de Prevenção da Corrupção já entrou em vigor. Descubra nesta infografia a quem se aplica, as medidas que implementa e o que é que acontece caso as empresas não o façam cumprir.

Infografia | Saiba como proteger-se de um ciberataque

Como deve uma empresa reagir a um ciberataque? Conheça a definição de ciberataque, quais as ocorrências mais comuns e os vários tipos de cibercriminosos que existem.
Comentários