Indicador de confiança dos consumidores aumentou em julho

Segundo o INE, a evolução resultou “do contributo positivo das expectativas relativas à evolução futura da realização de compras importantes por parte das famílias”.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) revelou hoje os resultados dos Inquéritos de Conjuntura às Empresas e aos Consumidores, dando conta de que o indicador de confiança dos consumidores aumentou em julho.

Segundo o INE, “o indicador de confiança dos Consumidores aumentou em julho, após ter diminuído no mês anterior, mantendo-se num patamar relativamente estável desde a queda abrupta registada em março, a segunda mais intensa da série, só superada pela de abril de 2020 no início da pandemia”.

A evolução resultou “do contributo positivo das expectativas relativas à evolução futura da realização de compras importantes por parte das famílias, tendo as perspetivas sobre a situação económica do país também contribuído positivamente”.

Por outro lado, as opiniões e as expectativas que dizem respeito à situação financeira do agregado familiar registaram contributos negativos.

Quanto a perspetivas futuras, o saldo relativo à evolução futura da situação económica do país aumentou em julho, depois de ter diminuído no mês anterior. Em relação ao saldo da evolução futura da situação financeira do agregado familiar, este diminuiu nos últimos dois meses, sucedendo os aumentos registados em abril e maio e da segunda maior diminuição da série registada em março.

O INE aponta também que “o saldo das opiniões sobre a evolução passada dos preços aumentou nos últimos dez meses, prolongando a trajetória acentuadamente ascendente iniciada em março de 2021 e atingindo o valor máximo da série”.

“O saldo das perspetivas relativas à evolução futura dos preços diminuiu em julho, retomando a trajetória descendente observada após ter registado em março o maior aumento e o valor mais elevado da série iniciada em setembro de 1997”, sublinha o Instituto Nacional de Estatística.

Relativamente ao “indicador de confiança da Indústria Transformadora”, o INE aponta para uma redução em julho, contrariando o aumento observado no mês anterior. O INE indica que, neste caso, “a evolução do indicador deveu-se ao contributo negativo das apreciações relativas aos stocks de produtos acabados, tendo as opiniões sobre a evolução da procura global apresentado um contributo nulo e as perspetivas de produção um contributo positivo”.

 

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira, 8 de agosto

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta segunda-feira.

Zaporizhzhia. Ucrânia e Rússia querem visita da AIEA à central nuclear após ataques

Os apelos surgem depois de acusações mútuas sobre a origem dos ataques ao reator da central nuclear de Zaporiyia, no sul da Ucrânia.

Revista de imprensa internacional: as notícias que estão a marcar a atualidade global

EUA preparam-se para investir 362 mil milhões no combate às alterações climáticas; Pfizer adquire biofarmacêutica em troca de 5,3 mil milhões; Continuam os exercícios militares chineses perto da ilha de Taiwan
Comentários