Indústria europeia ganha fôlego

Itália, Países Baixos e Irlanda destacaram-se neste período

A indústria da zona euro ganha força. A produção industrial e os novos pedidos do setor crescem do setor crescem ao ritmo mais rápido do último ano e meio.

Assim, o índice PMI industrial, elaborado pela Markit, posicionou-se nos 52,8 pontos em novembro, o que representa o nível mais elevado desde abril de 2014. Este indicador manteve-se acima dos 50 pontos (o que significa o crescimento do setor) durante 29 meses consecutivos.

As subidas foram generalizadas na zona euro, sendo que países como a Itália, Países Baixos e Irlanda destacaram-se neste período.

Quanto ao emprego, os índices mostram um incremento pelo décimo quinto mês consecutivo em novembro e a taxa de crescimento da contratação aumentou até ao nível mais elevado desde agosto passado. De forma geral, as empresas vão vincular o aumento dos níveis de dotação de pessoal à melhoria dos novos pedidos e ao incremento dos pedidos pendentes de realização.

OJE

Recomendadas

Empresa espanhola de armamento recebeu carta semelhante à que explodiu na embaixada da Ucrânia

Uma empresa espanhola de armamento recebeu um envelope similar ao que foi enviado para a embaixada da Ucrânia em Madrid e que explodiu.

Atualização do IAS aumenta valor máximo do subsídio de desemprego em 93 euros

O valor máximo do subsídio de desemprego vai subir mais do que o previsto avançando 93 euros, para 1.201,08 euros, refletindo o aumento de 8,4% do Indexante de Apoios Sociais (IAS) em 2023.

Afinal, pensões mais baixas vão subir 4,83% em janeiro

Pensões até 961 euros vão ter aumento de 4,83%, pensões entre 961 euros e 2.883 euros vão subir 4,49% e pensões acima de 2.883 euros vão crescer 3,89%. Correção das atualização vai custar 110 milhões de euros, aos quais se somam os 1.155 milhões de euros já previstos.