Indústria perde 1,2% no volume de negócios em 2014

O volume de negócios da indústria aumentou 0,8% em dezembro, face ao período homólogo anterior, mas não evitou que os negócios do setor encerrassem 2014 a perder 1,2%, face a 2013, revela hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE). O índice de volume de negócios na indústria passou de uma queda de 5,7% em novembro, […]

O volume de negócios da indústria aumentou 0,8% em dezembro, face ao período homólogo anterior, mas não evitou que os negócios do setor encerrassem 2014 a perder 1,2%, face a 2013, revela hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O índice de volume de negócios na indústria passou de uma queda de 5,7% em novembro, para um aumento ligeiro de 0,8% em dezembro.

O índice do mercado nacional diminuiu 1,2%, abaixo da queda de 5,1% em novembro, enquanto o índice do mercado externo aumentou 3,8%, recuperando face à redução de 6,4% em novembro.

Os agrupamentos de bens de consumo e de bens intermédios passaram de reduções de 7,4% e de 5,4%, respetivamente, em novembro, para aumentos de 2,6% e de 1,2% em dezembro, e os agrupamentos de energia e de bens de investimento diminuíram 0,5% e 1,3%, respetivamente, abaixo das quedas registadas em novembro.

O índice de emprego na indústria apresentou uma variação homóloga de 1,1% em dezembro (acima do aumento de 1% em novembro), com os índices de remunerações e de horas trabalhadas a caírem 0,2% e 0,7% em dezembro.

Em termos mensais, o índice de emprego diminuiu 0,2% em dezembro, menos do que a variação negativa de 0,3% no mesmo mês de 2013, enquanto o índice de remunerações aumentou 3,5% (contra 3,7% em dezembro do ano anterior).
OJE/Lusa

Recomendadas

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta sexta-feira

Saiba quais os destaques das capas dos principais jornais nacionais.

PremiumEconomistas e empresários aplaudem redesenho das regras orçamentais em 2024

Economistas salientam mais transparência com redução da dívida à medida de cada Estado. Associações empresariais frisam oportunidade para ajustamentos mais longos para Estados que promovam crescimento e investimento público.

Jogos online. Portugueses apostaram 31 milhões de euros por dia em 2022

Os apostadores nacionais investiram 1.482,1 milhões de euros em apostas desportivas, enquanto os jogos de fortuna ou azar representaram um volume de 9.938,8 milhões de euros.