INE confirma desaceleração da inflação para 0,9% em novembro

O Índice de Preços no Consumidor (IPC) subiu 0,9% em novembro face ao mesmo mês de 2017, desacelerando face à variação de 1,0% em outubro, confirmou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Jason Reed/Reuters

Em termos mensais a inflação foi 0,4% (-0,1% no mês precedente e -0,3% em novembro de 2017) e a variação média dos últimos 12 meses fixou-se em 1,1%, taxa idêntica à registada no mês anterior, acrescenta o INE.

Estes dados coincidem com a estimativa rápida dos preços do consumidor divulgada pelo INE em 30 de novembro.

A inflação subjacente (que exclui produtos alimentares não transformados e energéticos) registou uma variação homóloga de 0,5% (abaixo dos 0,6% avançados na estimativa rápida), quando em outubro tinha sido de 0,4%.

Já o Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) cresceu 0,9% em termos homólogos (abaixo dos 1,0% avançados na estimativa rápida), taxa superior em 0,1 pontos percentuais à do mês anterior e inferior em 1,1 pontos percentuais à estimativa do Eurostat para a área do Euro (em outubro, esta diferença situou-se em 1,4 pontos percentuais).

Segundo o INE, o IHPC registou uma variação mensal de -1,0% (-0,5% no mês anterior e -1,1% em novembro de 2017) e uma variação média dos últimos doze meses de 1,2% (valor inferior em 0,1 pontos percentuais ao registado em outubro).

Quanto às rendas de habitação, registaram um aumento homólogo de 2,7% em novembro, valor superior em 0,2 pontos percentuais ao apurado no mês anterior, “tendo Lisboa e o Algarve registado os aumentos mais intensos (3,3%)”, nota o INE.

Para o mesmo período, o valor médio das rendas de habitação por metro quadrado registou uma variação mensal de 0,2% (valor idêntico ao registado no mês anterior).

“A região com a variação mensal mais elevada foi a do Algarve (0,3%), tendo todas as restantes regiões apresentado variações positivas”, acrescenta.

Recomendadas

Conferência “Poupar e Investir para um Futuro Melhor” a decorrer em Lisboa, com o apoio do Jornal Económico

A conferência é organizada pela Optimize Investment Partners, sociedade gestora portuguesa que disponibiliza uma gama de soluções de investimento para diversos perfis de risco e objetivos. Moderada por Nuno Vinha, subdiretor do Jornal Económico, consiste numa palestra de 30 minutos de cada um dos quatro oradores, um coffee break e uma mesa redonda com espaço para perguntas e respostas e interação com a plateia.

SIBS: mais de um quinto do valor gasto na Black Friday foi em compras online

O comércio online continua a ganhar peso nas compras em Portugal. Dados da SIBS revelam que 22% do valor gasto na última Black Friday foi em compras online, um peso que bate por muito os 18% do ano passado.

União Europeia, G7 e Austrália limitam barril de petróleo russo a 60 dólares

Os 27 estados-membros da UE chegaram a acordo, esta sexta-feira, no estabelecimento de um teto máximo para o preço do petróleo russo nos 60 dólares por barril. Os sete países mais industrializados do mundo (G7) e a Austrália juntam-se na decisão.
Comentários