Inflação na Madeira está em -1%

Os produtos alimentares e bebidas não alcoólicas tiveram uma subida de 0,36%, os transportes e as comunicações desceram 2% e 3%, enquanto que a ‘habitação, água, eletricidade, gás e outros combustíveis’ manteve o mesmo valor.

Philimon Bulawayo/REUTERS

A inflação na Madeira, medida pelo Índice de Preços no Consumidor (IPC), em julho, fixou-se em -1%, menos 0,2% face ao mês anterior, em termos de variação média nos últimos 12 meses, dizem os dados da Direção Regional de Estatística (DREM).

A DREM refere que a ‘educação’ e o ‘lazer, recreação e cultura’ tiveram quebras de 4% e 3%, enquanto que os ‘restaurantes e hotéis’ e as ‘bebidas alcoólicas e tabaco’, tiveram um aumento de 1%.

O valor médio das rendas de habitação foi 0,2% superior face ao valor alcançado no mês anterior.

Os produtos alimentares e bebidas não alcoólicas tiveram uma subida de 0,36%, o ‘vestuário e calçado’, ‘transportes’, e ‘comunicações tiveram quebras de 3%, 2% e 3%, enquanto que a ‘habitação, água, eletricidade, gás e outros combustíveis’ manteve o mesmo valor.

Recomendadas

Dificuldades em pagar as contas? Pode recorrer ao ‘Processo Especial para Acordo de Pagamento’

O PEAP é um processo que permite ao consumidor que se encontra uma situação económica difícil estabelecer negociações com os credores em tribunal.

Hoje é celebrado o Dia Internacional da Consciencialização sobre Perdas e Desperdício Alimentar

Na Europa, todos os anos, cerca de 89 milhões de toneladas de alimentos são deitados ao lixo. Em Portugal, estima-se que cada português desperdice cerca de 134 kg de alimentos por ano. Enquanto isto 1/6 da população mundial passa fome.

Madeira: Serviço Regional de Saúde visita Unidade de Ação Social do Hospital Garcia da Orta

A Unidade de Ação Social do SESARAM observou e conheceu a dinâmica e a metodologia de trabalho implementada na UHD do hospital e, em particular, a área de intervenção social.
Comentários