Infraestruturas de Portugal estima gastos de 100 milhões de euros na ligação ferroviária ao aeroporto de Beja

Nos estudos encomendados pela IP estará também contemplada a possibilidade de modernizar e eletrificar o percurso entre Casa Branca e Beja, como também a instalação eletrónica do troço de 63,5 quilómetros.

A infraestruturas de Portugal (IP) publicou um despacho em Diário da República onde autoriza a contratação de estudos para executar uma das obras previstas no Plano Nacional de Investimentos, onde será apurada a viabilidade de uma ligação ferroviária ao Aeroporto de Beja. Segundo conta o “Dinheiro Vivo“, esta segunda-feira, 28 de dezembro, o investimento poderá chegar aos 100 milhões de euros.

O presidente do município de Beja, em entrevista ao “Dinheiro Vivo”, adianta que “este desvio pode conferir a capacidade acrescida ao aeroporto”. Nos estudos encomendados pela IP estará também contemplada a possibilidade de modernizar e eletrificar o percurso entre Casa Branca e Beja, como também a instalação eletrónica do troço de 63,5 quilómetros.

O plano, com um orçamento total de 230 milhões de euros, tem como objetivo a modernização do aeroporto até 2025, das linhas ferroviárias do Alentejo e também do Sul, bem como uma eventual ligação ao aeroporto de Faro. O aeroporto de Beja tem servido maioritariamente para a manutenção de aeronaves.

Recomendadas

China diz que EUA estão a enviar “sinais perigosos” sobre Taiwan

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês deixou claro que uma escalada das atividades independentistas torna difícil um acordo pacífico, no que diz respeito a Taiwan,

Vieira da Silva desaconselha mudança da lei das pensões. “É mais sensato suspender”

Para o ex-ministro Vieira da Silva, seria mais sensato suspender a lei da atualização das pensões, não sendo este o momento para proceder a alterações à fórmula legal.

Médicos dão prazo de duas semanas para Ministério da Saúde marcar reunião

“Já fizemos seguir o pedido de reunião ao senhor ministro [da Saúde, Manuel Pizarro] e solicitámos que essa reunião se desenvolva com a celeridade que deve e estabelecemos um limite para nas próximas duas semanas sermos convocados para essa reunião”, adiantou Noel Carrilho.
Comentários