Ingka Centres com parque fotovoltaico de 3.760 painéis até ao 1.º trimestre de 2023

A Ingka Centre cita a Agência Europeia do Ambiente, quando revela que os combustíveis fósseis continuam a dominar o universo dos combustíveis. Há cerca de 77% das necessidades energéticas do europeu médio que são satisfeitas com recurso ao petróleo, ao gás e ao carvão.

A Ingka Centres, operadora de centros comerciais, anuncia que este ano irá instalar um parque fotovoltaico de 1.800 painéis no MAR Shopping Algarve e de 1.960 no MAR Shopping Matosinhos. Isto é, conta ter um parque fotovoltaico de 3.760 painéis até ao primeiro trimestre de 2023.

“Está previsto que os parques estejam totalmente funcionais até ao primeiro trimestre de 2023, permitindo estes a produção de energia de fonte renovável. O MAR Shopping Algarve irá consumir 85% da energia produzida e o MAR Shopping Matosinhos, 98%”, refere a empresa que é proprietária do MAR Shopping Algarve e do MAR Shopping Matosinhos e que lembra que o dia mundial do meio ambiente é no dia 5 de junho.

A Ingka Centre cita a Agência Europeia do Ambiente, quando revela que os combustíveis fósseis continuam a dominar o universo dos combustíveis. Há cerca de 77% das necessidades energéticas do europeu médio que são satisfeitas com recurso ao petróleo, ao gás e ao carvão. A energia nuclear satisfaz 14% dessas necessidades, enquanto os restantes 9% são satisfeitos com recurso a fontes de energia renováveis.

“Um europeu médio consome anualmente 27 megawatt/hora (MWh) de energia, incluindo todas as utilizações domésticas, industriais e de transportes. Este número varia consideravelmente consoante os países, da mesma forma que variam as emissões de CO2 associadas a esse consumo, que dependem, em grande medida, do grau de utilização de energia nuclear e de energias renováveis”, avança a Ingka Centre.

A empresa diz que é por estar consciente de que o consumo de energia é um dos principais contribuintes para as emissões de gases de estufa, que os centros portugueses da Ingka Centres têm vindo a diminuir os consumos, através da utilização de iluminação LED e equipamentos que permitem reduzir os consumos.

“O MAR Shopping Algarve reduziu os seus consumos em 14,2% no ano passado face a 2019. Já o MAR Shopping Matosinhos reduziu o consumo em 26,2%. Ainda assim, ambos os centros comerciais só adquirem energia elétrica 100% verde”, refere a empresa em comunicado.
Recorde-se que a Ingka Centres tem como objetivo alcançar a neutralidade carbónica até 2030.

Recomendadas

Julius Baer torna unidade de mercados independente

A Julius Baer Group, que em Espanha tem portugueses na equipa de gestão, está a criar uma divisão de mercados autónoma e para dirigir essa unidade escolheu Luigi Vignola.

CEO deixa empresa de 65 mil milhões para ir para a “praia e não fazer nada”

Formica, que está no Reino Unido há quase três décadas, disse em entrevista que a sua saída se deve a “motivos pessoais”, incluindo o desejo de estar mais perto dos pais já idosos. Planeia voltar para a Austrália, o seu país natal.

ANJE com concessionária Norscut e Egis escolhem quatro propostas para melhorar autoestrada A24

O valor do prémio em concurso era de 30 mil euros, sendo atribuídos dois prémios por categoria – o valor do 1.º prémio era de 10 mil euros e do 2.º prémio de 5 mil euros.
Comentários