Inovação marca arranque do ano letivo na FCH

Os para cima de duas centenas de novos alunos das cinco licenciaturas da Faculdade de Ciências Humanas (FCH) da Católica iniciaram hoje, 6 de setembro, o ano letivo 2016/17. O dia de acolhimento culminou com uma atividade de team building, visando a “boa integração” dos estudantes. A atividade que se centrou na construção de uma instalação em […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Os para cima de duas centenas de novos alunos das cinco licenciaturas da Faculdade de Ciências Humanas (FCH) da Católica iniciaram hoje, 6 de setembro, o ano letivo 2016/17. O dia de acolhimento culminou com uma atividade de team building, visando a “boa integração” dos estudantes.

A atividade que se centrou na construção de uma instalação em forma de “ponte”, metáfora do novo ciclo de vida que os jovens agora iniciam, juntou alunos de Comunicação Social e Cultural, Línguas Estrangeiras Aplicadas, Serviço Social, Psicologia e Filosofia.

O acolhimento iniciou-se logo pela manhã, com uma sessão de abertura, seguida de uma visita guiada ao campus da universidade e de um encontro com os coordenadores de curso. O almoço oferecido pela Faculdade teve cariz de convívio e antecedeu a aula inaugural de cada curso.

A terceira e última fase das candidaturas de acesso à Faculdade de Ciências Humanas decorre até ao dia 14 de setembro.

OJE/Almerinda Romeira

Recomendadas

PremiumAntigas gestoras voltam ao mercado de trabalho com a Católica-Lisbon

Programa destina-se a mulheres com background na área de gestão, finanças e economia, que estão fora há, pelo menos, dois anos. Há nova edição na forja.

PremiumParceria com Universidade Eduardo Mondlane reforça aposta da UPT na lusofonia

A cooperação entre as universidades portuguesa e moçambicana abrange as áreas da formação avançada, da mobilidade de estudantes e de ‘staff’, da formação pedagógica de docentes, bem como projetos de investigação.

Número de inscritos no ensino superior atinge máximo histórico com mais de 433 mil estudantes

“Este resultado mantém Portugal na trajetória necessária para atingir as metas de qualificação de longo prazo”, aponta o Governo.