Inteligência Artificial pode melhorar a vida nas cidades? Veja a entrevista a Tito Rodrigues, jurista da Deco Proteste

A inteligência artificial poderá ser útil para melhorar a vida na cidade, de acordo com um estudo da Euroconsumers. No entanto, uma elevada percentagem de inquiridos acreditam que a mesma tecnologia poderá levar a cortes de empregos. Veja a “Fast Talk” da jornalista Mariana Bandeira ao jurista da Deco Proteste, Tito Rodrigues.

Os consumidores da UE consideram a Inteligência Artificial (IA) útil para melhorar a vida na cidade, seja para controlar a iluminação da cidade de forma mais eficiente (86%), otimizar o transporte público (85%) e a recolha de lixo (84%), gerir o tráfego da cidade (84%) ou identificação de criminosos e pessoas desaparecidas (79%). Estes são alguns indicadores do estudo da Euroconsumers.

No entanto, 35% dos entrevistados da UE que vivem ou trabalham em áreas urbanas acreditam que a implementação de tecnologia baseada em IA levará a cortes de empregos significativos em vários setores.

Veja a “Fast Talk” da jornalista Mariana Bandeira ao jurista da Deco Proteste, Tito Rodrigues.

 

Recomendadas

Decisão da Fed vai provocar recessão? Libra afunda e complica contas no Reino Unido e reação às eleições italianas. Veja o “Mercados em Ação”

As consequências da decisão da Fed para a economia, o afundar da libre e a reação dos mercados às eleições italianas. André Cabrita-Mendes, subdiretor do JE, e Marco Silva, consultor de estratégia e investimento, analisam estes e outros temas juntamente com Pedro Lino, administrador da Optimize Investment Partners.

“Hat-Trick” no “Jogo Económico”. Do abandono de Rafa ao português entre os futebolistas mais bem pagos do mundo

Veja a análise aos números da semana na rubrica do programa da plataforma multimédia JE TV.

António Saraiva: “O ministro da Economia talvez tenha sido um pouco extemporâneo”. Veja o “Discurso Direto”

Discurso Direto é um podcast do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto.
Comentários