Intervenção no Bloco de Obstetrícia absorve mais 76 mil euros ao Governo da Madeira

Esta verba serve para a adjudicação de um contrato para prestação de um serviço de assessoria à fiscalização desta obra do Governo Regional.

As obras no Bloco de Obstetrícia do hospital Dr. Nélio Mendonça vão custar mais 76 mil e 930 euros no orçamento do Governo da Madeira. O executivo regional adjudicou um contrato que tem o intuito de prestação de um serviço de assessoria à fiscalização desta obra.

Para além destes serviço de assessoria já tinha sido publica uma portaria, em finais de setembro, que continha os custos relativos à reabilitação do Bloco de Obstetrícia e dos Gases Naturais. Em 2017 o Governo Regional previa desembolsar 28 mil euros nesta e mais 971 mil euros em 2018.

As intervenções em infraestruturas de saúde da Madeira não vão ficar por aqui em 2018. O Plano e Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Região Autónoma da Madeira (PIDDAR) prevê uma intervenção de reabilitação estrutural no Hospital dos Marmeleiros, a beneficiação e reabilitação dos centros de saúde do Porto Santo, Arco da Calheta, Curral das Freiras, Nazaré e Camacha.

O novo Hospital Central da Madeira é também outra das obras que fazem parte do PIDDAR para 2018. Nesse âmbito o executivo prevê dar “continuidade ao desenvolvimento e finalização de alguns projetos” como por exemplo: a “pré-certificação energética do novo hospital”, o “desenvolvimento de serviços de assessoria” relacionados como a “preparação do lançamento do concurso público internacional para a obra”.

No Orçamento Regional de 2018 o Serviço Regional de Saúde (SESARAM) vai dispor de uma verba de 255 milhões de euros.

Relacionadas

Sistemas implantáveis de neuromodulação da dor custam ao SESARAM 407 mil euros

Este é mais um investimento do executivo regional depois de aplicar um milhão de euros para a remodelação do Bloco de Obstetrícia e Gases Medicinais.

Mais de 110 mil utentes dos centros de saúde da Madeira sem médico de família

O Funchal acumulava mais de 61 mil utentes, inscritos nos centros de saúde, sem médico de família até ao final de 2016. Nesta lista seguiu-se Santa Cruz e Câmara de Lobos.

Sesaram fala em mais 7% de cirurgias no primeiro semestre deste ano

Segundo a tutela da Saúde regional, foram realizadas mais 225 cirurgias do que em 2016. No que diz respeito às crianças, efetuaram-se 611 cirurgias entre janeiro e setembro deste ano.

Pedro Ramos quer Centro de Simulação Clínica como referência internacional

O responsável pela Saúde na Região destacou a aposta que tem sido feito na formação e diferenciação dos profissionais deste centro.

Governo da Madeira viabiliza 1 milhão de euros para aquisição de imunomoduladores

Entre janeiro e abril deste ano, o Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM) gastou 9,8 milhões em medicamentos.
Recomendadas

Madeira: Entidades do sector da construção e imobiliário assinam protocolo de colaboração para fiscalização do sector

Com este protocolo o IMPIC obriga-se a manter na Região quadros da sua Direção de Inspeção, para exercer na Região as funções de inspeção e fiscalização que lhe estão legal e estatutariamente atribuídas. 

Contrair dívidas para pagar outras dívidas é boa ideia? Saiba aqui

O primeiro passo para organizar a sua vida financeira é constituir um Fundo de Emergência. Se ainda não tem comece já a constituir o seu, equivalente a, pelo menos, entre três a seis meses de ordenado, aplicando-o num produto mobilizável a curto prazo.

Madeira: Noite do Mercado está de volta e sem restrições

Na apresentação do evento, que decorreu esta segunda-feira no Salão Nobre, o presidente da Câmara Municipal do Funchal, realçou que a Noite do Mercado será uma “festa tradicional” que decorre a partir das 15h30 do dia 23 de dezembro até às 4h do dia 24 de dezembro.
Comentários