Investigação. Portugal garante cooperação com CERN até 2030

Alargamento da cooperação científica e tecnológica de Portugal com o CERN por mais uma dúzia de anos é formalizado esta sexta-feira pelo ministro da Ciência,Tecnologia e Ensino Superior, em Genebra.

Manuel Heitor

Manuel Heitor, assina, amanhã, a extensão da cooperação científica e tecnológica entre Portugal e o CERN para o período 2018-2030, no sentido do desenvolvimento de projetos na área da física experimental de altas energias.

O momento é simbólico. O ministro participa no simpósio que assinala os 25 anos do maior e mais potente acelerador de partículas do mundo – o Large Hadron Collider (LHC), instalado no Conseil Européen pour la Recherche Nucléaire e faz-se acompanhar da reitora da Universidade de Évora, Ana Costa Freitas, do presidente do Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, Mário Pimenta, do presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, Nuno Mangas, e da presidente da Ciência Viva, e Rosália Vargas.

Em comunicado, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior destaca os trabalhos inéditos de investigação envolvendo físicos e engenheiros portugueses no LHC, além da participação nos programas ATLAS, CMS, HADES e AUGER. A participação inclui ainda o desenvolvimento de novas formas de computação científica e de experimentação em física de partículas, com aplicações muito variadas e incluindo novas tecnologias aplicadas à medicina.

Contas feitas, refere o MCTES, a contratação e especialização de várias empresas industriais nacionais que participaram na construção do LHC e outras experiências, traduziu-se em cerca de 110 milhões de francos suíços em contratos bens e serviços técnicos. A participação no CERN tem sido ainda particularmente importante na formação de engenheiros portugueses: cerca de 300 engenheiros nas duas últimas décadas.

Até 2020, Portugal prepara a instalação de uma nova unidade de saúde para tratar anualmente cerca de 700 doentes com cancro recorrendo a tecnologias de partículas de alta energia. O grupo de trabalho que acompanha o projeto conta com o apoio de uma Comissão Internacional de Acompanhamento que integra, entre outros, representantes do CERN.

 

Recomendadas

Faculdade de Medicina e Hospital Militar do Porto criam centro para otimizar formação

“O acordo é em prol do ensino, da investigação e da inovação em medicina”, afirmou, em declarações à agência Lusa, o diretor da FMUP, Altamiro da Costa Pereira.

Projeto nacional lançado em Coimbra vai desenvolver marcas territoriais

O CEIT – Centro Estratégico de Inovação Territorial e a Coimbra Business School lançaram hoje o Portugal Branding – Programa Nacional de Desenvolvimento de Marcas Territoriais, que visa mapear, reconhecer e implementar as melhores práticas ao nível da gestão de marcas no território nacional.

Portugal: 64% dos profissionais esperam receber aumento salarial acima da inflação em 2023

A maior parte dos profissionais espera ter aumento salarial no próximo ano, revela a pesquisa da Robert Walters, agora divulgada.
Comentários