Investigadores concluem que temperaturas elevadas e seca reduzem o crescimento de árvores tropicais

Vista de fora, a conclusão faz sentido. Mas os autores do estudo ficaram surpreendidos com a descoberta de que o clima durante a estação seca teve um efeito mais forte no crescimento das árvores do que o clima durante a estação chuvosa.

Vista de fora, a conclusão faz sentido. Mas os autores do estudo ficaram surpreendidos com a descoberta de que o clima durante a estação seca teve um efeito mais forte no crescimento das árvores do que o clima durante a estação chuvosa. Uma possível explicação, adiantam, é que a água está disponível por mais tempo durante os anos com estações secas mais húmidas, ou com temperaturas mais amenas.

Ou seja, a estação de crescimento é mais longa, o que leva a um maior crescimento das árvores.

O estudo teve como objetivo compreender as grandes flutuações na absorção de carbono pela vegetação tropical a nível mundial e envolveu cerca de 100 autores com dados de anéis de crescimento amostrados em 30 países tropicais e subtropicais. Cristina Nabais e Ana Carvalho, do Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra (UC) foram o rosto português neste esforço de colaboração internacional. Cristina Nabais garante o empenho do laboratório da Universidade de Coimbra para um maior conhecimento da dinâmica de crescimento das árvores das regiões tropicais. “É importante continuar o esforço de amostragem em regiões tropicais, alargando a cobertura geográfica das séries de anéis de crescimento”.

O estudo, liderado por investigadores de três Universidades:Wageningen, dos Países Baixos, norte-americana do Arizona e Estadual de Campinas, Brasil, foi recentemente publicado na revista Nature Geoscience, do grupo Nature.

Recomendadas

Pandemia custou ao Estado português 3.302,7 milhões de euros até outubro

No período homólogo, a pandemia de covid-19 tinha custado 6.247,9 milhões de euros ao Estado, segundo foi então divulgado pela Direção-Geral do Orçamento.

OE2023: Ministro Pedro Nuno Santos traça linha de demarcação entre socialistas e direita

O ministro das Infraestruturas e da Habitação traçou hoje uma linha de demarcação entre socialistas e direita em torno das opções políticas, acentuando uma ideia de “liberdade igual para todos” em contraponto à “desregulação e competição”.

Orçamento do Estado para 2023 já está aprovado. Só PS votou a favor

O Orçamento do Estado para 2023 foi a votos uma última vez e, sem surpresa, foi aprovado esta sexta-feira. Prevê, por exemplo, o alívio do IRS e um incentivo fiscal para as empresas que valorizem os salários.
Comentários