Investimento nos fundos de imobiliário aumentou para 8.057,5 milhões em outubro

Os países da União Europeia foram o destino da totalidade do investimento feito em ativos imobiliários, avança a CMVM, que revela que 48,9% da carteira dos FII e FEII abertos foi aplicada em imóveis do sector dos serviços.

Em outubro de 2022, o valor sob gestão dos fundos de investimento imobiliário (FII), dos fundos especiais de investimento imobiliário (FEII) e dos fundos de gestão de património imobiliário (FUNGEPI) atingiu 10.688,18 milhões de euros, menos 7,9 milhões (-0,07%) do que em setembro. Os dados são da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Já o montante investido nos fundos de investimento imobiliário aumentou 0,6% para 8.057,5 milhões de euros. Sendo que, nos FEII, o valor cresceu 0,2% para 2.368,9 milhões de euros e nos FUNGEPI decresceu 18,0% para 261,8 milhões de euros.

Os países da União Europeia foram o destino da totalidade do investimento feito em ativos imobiliários, avança a CMVM, que revela que 48,9% da carteira dos FII e FEII abertos foi aplicada em imóveis do setor dos serviços. Também os investimentos realizados pelos FUNGEPI se destinaram, sobretudo, ao setor dos serviços (48,2%).

A Square AM (12,5%), a Interfundos (10,5%), e a Caixa Gestão de Ativos (8,6%) detinham as quotas de mercado mais elevadas em outubro.

Nesse mês foi constituída a sociedade de investimento imobiliário “Ilustre e Perfeito”, gerida pela Norfin, e a sociedade especial de investimento imobiliário “ICG Value”, gerida pela Imorendimento.

Recomendadas

PremiumOaktree, Cerberus e Vanguard na corrida à VIC Properties

A Alantra vai receber esta sexta-feira as propostas não vinculativas para a compra dos ativos da VIC Properties. A Vanguard deverá avançar para o Pinheirinho. Oaktree e Cerberus entre os interessados.

Aprovada proposta do BE que revoga diploma com benefícios fiscais a fundos de investimento (com áudio)

O diploma que contemplava um quadro de incentivos fiscais dirigido a fundos de investimento imobiliário vai ser revogado, na sequência de uma proposta de aditamento ao Orçamento do Estado para 2023 (OE2023) do BE hoje aprovada no parlamento.

Larfa Properties investe seis milhões na reabilitação do Convento do Beato para o modernizar

No exterior, esta remodelação contemplou ainda “a construção de uma nova área de estacionamento, com cerca de 80 lugares, a poente da igreja, numa zona anteriormente ocupada por armazéns devolutos”.
Comentários