Investimento em publicidade em Portugal cresce 4,7% em 2016

O aumento deve-se, em parte, à conquista do título de Campeões Europeus de Futebol e ao aumento de 20% no digital.

Kacper Pempel/Reuters

De acordo com o estudo Magna Global, Portugal apresenta um cenário de recuperação de investimento e crescimento. A estimativa aponta para uma subida de 4,7% este ano, depois de em 2015 se ter registado um aumento de 4,4%. Para 2017, a unidade de estratégia do IPG Mediabrands prevê um crescimento de 4,8%.

A televisão mantém-se como o meio com mais peso, sendo expectável um crescimento superior ao esperado: em vez de 2%, a televisão deverá evoluir 4,6%. Segue-se o digital, que deverá terminar este ano com um crescimento de 20%, e os meios tradicionais (incluem cinema), com uma subida prevista de 5,8%. Segundo a Magna Global, os números apresentados para os meios tradicionais devem-se, em parte, à conquista do título de Campeões Europeus de Futebol pelo que a situação não deverá ser tão positivo no próximo ano.

Alberto Rui Pereira, CEO do IPG Mediabrands Portugal, considera que é importante verificar que a dimensão do mercado português não impede um crescimento competitivo em relação ao resto da Europa. «As previsões para 2017 indicam um crescimento limitado mas demonstram que, independentemente das plataformas que ganham ou perdem espaço, o investimento tem vindo a crescer de forma regular de ano para ano», conclui o responsável.

Recomendadas

Patrões vão ter majoração em 50% dos custos com aumentos salariais no IRC

No âmbito do acordo de rendimentos, o Governo decidiu propor aos parceiros sociais uma majoração em 50% dos custos com a valorização salarial em IRC. Patrões têm reclamado, note-se, medidas mais transversais.

Governo propõe reforço do IRS Jovem. Isenção sobe para 50% no primeiro ano

Jovens vão passar a ter um desconto fiscal maior, no início da sua carreira. IRS Jovem passará a prever uma isenção de 50%, em vez de 30%, no primeiro ano.

Governo quer atualizar os escalões do IRS em 5,1% em 2023

O Governo decidiu rever em alta o referencial dos aumentos salariais, puxando-o para o valor do aumento da massa salarial da Função Pública: 5,1%. Será esse o número que será usado para atualizar os escalões do IRS.
Comentários