Investir para arrendar? Lisboa é o distrito em que a rentabilidade é mais baixa

Devido aos preços elevados na capital portuguesa para compra, Lisboa é o distrito em que a rentabilidade habitacional é menor. Entre outros projetos imobiliários, os escritórios foram os que se mostram mais rentáveis aos proprietários dos espaços.

Cristina Bernardo

A compra de casa para consequentes arrendamentos continua a ser uma prática frequente em Portugal e a rentabilidade aumentou no último ano. Contudo, o distrito de Lisboa foi o que mais desiludiu, apesar de as rendas serem das mais elevadas no mercado.

Um novo estudo do idealista mostra que a rentabilidade bruta da compra de uma casa em Portugal para posterior arrendamento foi de 6,3% no último trimestre do ano, mais 0,7 pontos percentuais (p.p.) do que no período homólogo.

No entanto, o mesmo estudo nota que a rentabilidade se mantém abaixo àquela observada no último trimestre de 2020, quando a mesma se fixou em 6,8%.

Os dados indicam que o distrito de Lisboa observou a rentabilidade habitacional mais baixa obtida pelos proprietários das casas arrendadas, apresentando uma taxa de 4,3%. Entre os distritos mais baixos estão Faro, com 4,4%, e Aveiro, com 5,3%.

O estudo mostra que Santarém se evidenciou como o distrito mais rentável para a compra de habitação para investimento, com os proprietários a apresentar um retorno “na ordem dos 8%”. Na lista da rentabilidade mais elevada surgem Viana do Castelo e Leiria (6,1%), Braga (5,6%), Ponta Delgada e Porto (5,5%) e também Funchal e Setúbal (5,4%).

Além da rentabilidade habitacional, o idealista analisou também a rentabilidade de outros projetos no setor imobiliário, como escritórios, lojas e garagens. Os escritórios apresentaram uma rentabilidade de 9%, as lojas de 8,8% e as garagens de 6,7%.

Recomendadas

Saiba aqui quais são as vantagens e desvantagens da utilização de cartões de fidelização

Muitas empresas, desde hipermercados a lojas de pequeno comércio, promovem a adesão a este género de cartões de fidelização, seja com a componente de crédito, seja para pagamento imediato. Para que o consumidor não receba dissabores na vez de descontos, convém que se informe cuidadosamente e conheça os prós e os contra. 

Tem animais de estimação ou pretende adotar um amigo de quatro patas? Saiba que gastos terá de incluir no seu orçamento familiar

De uma forma geral, os custos anuais podem representar cerca de 446 euros para comida, 195 euros para cuidados de saúde, mais 224 euros para cuidados de higiene, além de outras despesas inesperadas. Sendo certo que tudo dependerá do estilo de vida do seu animal doméstico e das suas características físicas. 

O que é uma hipoteca e que cuidados deve ter?

A hipoteca pode ser uma solução para ver o seu crédito aprovado. Descubra se é vantajoso no seu caso e o que fazer, passo-a-passo.
Comentários