Irmão de Pablo Escobar lança smartphone

O ‘Escobar Fold 1’ vai custar mais de 300 euros e utiliza o sistema android da Google. Uma das principais características do telefone é a sua resistência, ou seja, a empresa afirma que é praticamente “inquebrável”, avisando que a única maneira de o destruir é utilizando fogo.

Roberto Escobar foi contabilista do poderoso cartel de Mendellín liderado pelo seu irmão Pablo Escobar, conhecido mundialmente por ter revolucionado o tráfico de cocaína e pelo seu estilo de vida luxuoso.

Roberto depois de ter passado algum tempo na prisão, onde ficaria cego de um olho e surdo de um ouvido, ingressou no negócio da tecnologia e apresenta agora o seu primeiro produto, um smartphone dobrável com o nome do seu irmão, segundo a CNN.

O ‘Escobar Fold 1’ terá um custo de 349 dólares (314 euros) e utiliza o sistema android da Google. Uma das principais características do telefone é a sua resistência, ou seja, a empresa afirma que é praticamente “inquebrável”, avisando que a única maneira de o destruir é utilizando fogo.

Olef Gustafsson, presidente executivo da ‘Escobar Inc’, empresa que produziu o smartphone, disse em declarações à CNN que “o ecrã do telefone é feito com um plástico especial que é praticamente inquebrável”.

Gustafsson afirmou ainda que “fizemos inúmeros testes rigorosos para testar a durabilidade e a capacidade do telefone e chegámos à conclusão que a única maneira de quebrar o telefone é recorrendo ao fogo, algo que o típico utilizador não fará de propósito”.

À boleia da imagem “icónica” do irmão, Roberto Escobar espera entrar no negócio dos telemóveis e “bater a concorrência”, para isso o presidente executivo da ‘Escobar Inc’, Olef Gustafsson reitera “descobrimos rapidamente que se fizermos um smartphone dobrável e se o vendermos a um preço razoável, poderemos vender muitas unidades, que é precisamente o que já está a acontecer”.

Recomendadas

Sindicato da PSP realiza campanha “Dignidade Não é Caridade” com protesto na terça-feira

A primeira ação desta campanha vai acontecer na terça-feira, um dia depois de o Governo apresentar na Assembleia da República a proposta do Orçamento do Estado (OE) para 2023, tendo os polícias agendado para as 16:00 uma concentração em frente ao parlamento.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Crise/Energia: Município de Pinhel pondera desligar iluminação pública para reduzir custos

“Nós [município de Pinhel] estamos numa situação muito difícil, porque, para terem uma noção, a faturação [mensal] que normalmente era de 30 mil euros – e vou só falar de iluminação pública -, já ascende os 150 mil”, afirmou Rui Ventura.
Comentários