O ISQ, uma empresa que se dedica a serviços de engenharia, inspeção, ensaios, testes e capacitação, coordena o projeto SUREFIT, que demonstra a renovação rápida de edifícios domésticos através da integração de tecnologias pré-fabricadas inovadoras, rentáveis e ambientalmente suportáveis e que obteve o financiamento da Comissão Europeia.

ISQ dá 3 mil euros aos trabalhadores com mais espírito de inovação

O projeto enquadra-se no programa de investigação e inovação Horizonte 2020, da União Europeia, e tem uma dotação de 3.424.000 euros e vem disponibilizar soluções sustentáveis para a reabilitação economicamente acessível de edifícios residenciais.

O objetivo deste projeto é atingir um consumo de energia quase nulo por intermédio da redução das perdas de calor pela envolvente do edifício e do consumo de energia por aquecimento, arrefecimento, ventilação e iluminação, aumentando simultaneamente a utilização de energias renováveis nos edifícios.

Sérgio Tadeu, project Manager, Research, Development and Innovation do ISQ, afirmou que “espera-se que além da melhoria das condições internas dos edifícios, se obtenha uma significativa redução de energia primária e emissões de carbono em 60%, economia de 50%, no custo da reabilitação, e redução de 40% do tempo necessário para concluir o processo de renovação”.