Itália.”É cedo para dizer se vai marcar um período de crise na UE”, diz Rangel sobre vitória de Meloni

O vice-presidente do PSD sublinhou também que o partido Fratelli d’Italia “tem posições xenófobas, tal como os Democratas Suecos”

Carlos Barroso/Lusa

O eurodeputado e vice-presidente do PSD, Paulo Rangel, considerou, em declarações à “TSF”, que ainda é “cedo para dizer se vai marcar um período de crise na UE”, quando comentava a vitória do partido Fratelli d’Italia.

“Neste momento, é cedo para podermos dizer se isto vai marcar um período de crise na UE, engrossando as posições do Governo húngaro ou polaco, dando força a uma posição eurocética”, frisou Paulo Rangel.

O vice-presidente social democrata recordou que “já se viu noutros países” uma aproximação de posições com Bruxelas, mesmo de partidos extremistas, “apesar de não deixarem de ter uma ou outra bandeira”. “Do ponto de vista humanista, este partido tem posições xenófobas, tal como os Democratas Suecos. Foi a bandeira mais forte da campanha”, destacou.

A coligação de direita e extrema-direita liderada pelo partido “Fratelli d’Italia” saiu vencedora das eleições deste domingo, com 41% e 45% dos votos, tendo garantido maioria no Parlamento.

Recomendadas

Paciência zero para a política Covid zero na China. Ouça o podcast a “A Arte da Guerra”

A política de Covid zero começa a fazer mossa na China com o confinamento de centenas de milhões de pessoas a desencadear protestos pouco comuns na presidência de Xi Jinping. Os incidentes diplomáticos no Qatar e a perseguição aos curdos por parte de Erdogan são também temas em análise.

Partidos votam contra ensino do português no estrangeiro gratuito

O único dos nove diplomas sobre ensino do português no estrangeiro que acabou por ser aprovado foi um projeto de resolução da iniciativa do Partido Socialista (PS).

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.
Comentários