Itália: Mattarella pede a Renzi que fique até à aprovação do Orçamento 2017

O Presidente italiano pediu ao primeiro-ministro demissionário para adiar a sua demissão durante o tempo necessário para garantir a aprovação do Orçamento do Estado para 2017 no parlamento.

Giampiero Sposito/Reuters

A Presidência confirmou esta noite a decisão de Mattarella de não aceitar a demissão e pedir o seu adiamento por alguns dias para permitir a votação final do Orçamento do Estado 2017.

Matteo Renzi tinha anunciado hoje de manhã que se iria demitir, após o retumbante ‘Não’ dos italianos num referendo constitucional que ele defendia há meses.

A imprensa italiana já especulava sobre a hipótese de a sua demissão não ser aceite pelo chefe de Estado, mas “adiada”.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta segunda-feira.

Euribor sobem a três, seis e 12 meses para novos máximos de quase 14 anos

As taxas Euribor subiram hoje para novos máximos desde o início de 2009 a três, seis e 12 meses.

Maioria dos europeus tem hoje maior dificuldade em fazer face às despesas mensais

O disparo dos preços tem levado as famílias europeias a ter maior dificuldade em equilibrar o orçamento mensal. Não há dados específicos para Portugal, mas também cá os salários reais têm caído e o poder de compra emagrecido.
Comentários