Itália: Paolo Gentiloni nomeado primeiro-ministro

Gentiloni, de 62 anos, era apontado como o favorito para suceder a Matteo Renzi e vai agora constituir o seu executivo e submeter-se ao voto de confiança do parlamento italiano.

REUTERS/Max Rossi

Paolo Gentiloni, que até agora ocupava o cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros, foi convidado pelo presidente italiano Sergio Mattarella para assumir o cargo de primeiro-ministro. Gentiloni, de 62 anos, era apontado como o favorito para suceder a Matteo Renzi e vai agora constituir o seu executivo e submeter-se ao voto de confiança do parlamento italiano. A notícia é avançada pela agência Reuters

A presidência italiana já confirmou a nomeação de Gentiloni, que prometeu dar continuidade à política seguida pelo seu antecessor.

Recorde-se que Matteo Renzi pediu a demissão após a vitória do ‘não’ no referendo à reforma constitucional, no passado domingo. O primeiro-ministro demissionário permaneceu no cargo até à aprovação do orçamento de Estado para 2017 e a sua saída foi oficializada na quarta-feira.

Recomendadas

Bruxelas quer que plataformas passem a cobrar IVA para evitar concorrência desleal

De acordo com as atuais regras de IVA, são os próprios prestadores de serviço – sejam motoristas ou donos de alojamento local – que são obrigados a coletar o IVA e a remiti-lo para as autoridades tributárias do seu país.

Alemanha e França condenam regime iraniano pela execução de manifestante

Este homem, Mohsen Shekari, “foi julgado e executado num julgamento pérfido e precipitado, porque não concordava com o regime”, declarou a chefe da diplomacia alemã, acrescentando que a ameaça de execução “não sufocará a vontade de liberdade das pessoas”.

Xi Jinping em viagem histórica à Arábia Saudita

O presidente chinês estará três dias na Arábia Saudita, com o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman a promover o encontro de forma bem mais festiva que aquela que reservou para o presidente dos Estados Unidos em julho passado.
Comentários