Já está disponível uma “WhatsApp” dentro da Revolut

“Se as pessoas gostam de stickers e emojis nós vamos permitir-lhes que falem num chat também”, disse esta quarta-feira o cofundador e CEO do banco digital.

A Revolut revelou esta quarta-feira que lançou um serviço de mensagens instantâneas para os clientes poderem comunicar de forma mais direta dentro da aplicação financeira. A novidade acontece depois de a empresa se perceber de que os utilizadores mandavam emojis sempre que faziam um pagamento.

Se é um dos milhões de clientes da Revolut poderá inserir-se neste grupo. Quem nunca enviou um “<3” para pagar um presente ou o símbolo de uma pizza para dividir a conta do jantar de grupo? O CEO e o confundador do banco digital, Nik Storonsky, confirma que é uma tendência – e está a crescer.

“É essencial porque aquilo de que nos apercebemos é que as pessoas quando fazem pagamentos enviam stickers e emojis. Então, decidimos: «Ok se as pessoas gostam de stickers e emojis nós vamos permitir-lhes que falem num chat também». Lançámos nalguns países e já temos um elevado número de mensagens, maior do que o de pagamentos. Há engagement”, afirmou Nik Storonsky, numa conversa com jornalistas portugueses, na Web Summit, em Lisboa.

Por detrás da decisão está também um estudo estatístico com 8 mil entrevistas, encomendado pela Revolut para a União Europeia e Reino Unido, na qual se concluiu que dois terços das pessoas inquiridas (67,5%) consideram difícil discutir dinheiro. Então, o intuito da fintech é que o chat seja mais uma ferramenta tecnológica para facilitar o debate sobre finanças pessoais de forma menos constrangedora.

Para aceder a esta funcionalidade na app, os utilizadores precisam de ter, pelo menos, a versão 8.74, clicar na secção de “Transferências” e a janela para esta “WhatsApp interna” vai aparecer logo depois de se entrar nos contactos.

Relacionadas

Revolut tem mais de um milhão de clientes em Portugal

Nik Storonsky esclareceu, numa conversa com jornalistas portugueses na Web Summit, que houve um crescimento expressivo no número de adesões à aplicação financeira depois do lançamento nacional do Revolut Bank, em dezembro de 2021.

Revolut lança conta para freelancers e trabalhadores independentes

“Como as empresas e os consumidores utilizam cada vez mais pagamentos e cartões digitais em vez de dinheiro, o Revolut Pro permite aos profissionais independentes aceitarem instantaneamente pagamentos online com códigos QR; fazer ligações de pagamento; gerar facturas e fazer o acompanhamento dos seus pagamentos”, refere a Revolut.
Recomendadas

Fitch Rating antecipa ano desastroso para o sector imobiliário

Os países que preferiram as taxas variáveis e permitiram um forte aumento do preço das casas estão especialmente vulneráveis à inflação e à queda da procura. Portugal não faz parte do estudo, mas tem tudo para fazer parte do pior cenário.

Revolut nomeia Elisabet Girvent para responsável de vendas em Espanha e Portugal

O seu objetivo passa por continuar a expandir os serviços da Revolut Business na região. A Revolut Business é o serviço bancário empresarial da Revolut. Esta solução encontra-se em funcionamento desde 2017 e foi concebida para atender às necessidades de start-ups, PME familiares e grandes empresas tecnológicas.

Noção de mercados emergentes na banca está morta, diz Mckinsey. Ásia concentra crescimento

Os bancos na Ásia-Pacífico podem ganhar com uma perspectiva macroeconómica mais forte, enquanto que os bancos europeus enfrentam uma perspectiva mais sombria. “No caso de uma longa recessão, estimamos que a rendibilidade dos bancos a nível mundial possa cair para 7% até 2026 e para baixo dos 6% nos bancos europeus”, diz a Mckinsey.
Comentários