Já é oficial: Carris passa para a Câmara de Lisboa

Conselho de Ministros aprovou o decreto-lei que atribui ao município de Lisboa o serviço público de transporte coletivo de superfície de passageiros, assegurado pela Carris, na cidade.

O diploma hoje aprovado transfere a posição contratual detida pelo Estado no Contrato de Concessão de Serviço Público celebrado com a Carris e opera a transmissão da totalidade das ações representativas do capital social da Carris do Estado para o município de Lisboa.

No final de novembro, o Governo e a Câmara de Lisboa assinaram um memorando da passagem de gestão da rodoviária Carris para a autarquia, a partir de 01 de janeiro de 2017.

Na ocasião, foram anunciadas medidas como o reforço de 250 novos autocarros nos próximos três anos para a cidade, num investimento de 60 milhões de euros, a contratação de 220 motoristas, a criação de 21 novas linhas e, ainda, a atribuição de passes gratuitos a todas as crianças até aos 12 anos e descontos para os idosos.

Recomendadas

Prestação da casa sobe entre 108 e 251 euros em dezembro

A prestação da casa paga pelos clientes bancários no crédito à habitação vai subir acentuadamente este mês nos contratos indexados à Euribor a três, seis e 12 meses, face às últimas revisões, segundo a simulação da Deco/Dinheiro&Direitos.

Compras das festividades aconteceram mais cedo e serão maiores este ano, segundo a Meta

Alguns dos motivos que podem explicar este acontecimento é o facto de os consumidores estarem preocupados com a escassez de bens, antecipando a compra dos presentes desejados, enquanto as empresas com excesso de stock procuraram eliminá-lo com grandes descontos.

Ex-ministro das Finanças do Luxemburgo Pierre Gramegna lidera MEE a partir de hoje

Numa reunião realizada à distância na passada sexta-feira, o Conselho de Governadores do MEE, que junta os 19 ministros das Finanças da moeda única, decidiu nomear o luxemburguês Pierre Gramegna para o cargo de diretor executivo do fundo de resgate da zona euro.
Comentários