Jamila Madeira representou REN na UE enquanto era deputada

De acordo com as declarações da empresa de energia ao “Público”, a socialista participava “na ligação da REN com agências europeias do sector que se dedicam a temas relacionados com a transição eléctrica e a sustentabilidade e assegurando contactos com a Comissão [Europeia]”.

A deputada do PS Jamila Madeira esteve registada como lobbyista ativa junto da União Europeia entre 2012 e 2013, mas a REN assumiu ao jornal “Público” que até há três semanas a deputada “trabalhava no âmbito da Agenda Europeia da Energia”.

De acordo com as declarações da empresa de energia, a socialista participava “na ligação da REN com agências europeias do sector que se dedicam a temas relacionados com a transição eléctrica e a sustentabilidade e assegurando contactos com a Comissão [Europeia], diversos comités do Parlamento Europeu e várias outras organizações”.

O jornal também confirmou que com a base de dados do Registo da Transparência europeu que a REN mantém o registo activo como entidade lobbyista desde 2012 e que o nome de Jamila Madeira consta como activo entre Junho de 2012 e Julho de 2013, numa altura em que também era secretária nacional do PS.

De recordar que no fim de semana foi noticiado, pelo “Correio da Manhã” que Jamila Madeira acumulava remuneração na REN, mas também enquanto deputada. Entretanto, a socialista já admitiu ter suspendido a sua atividade profissional na REN.

Relacionadas

Jamila Madeira. Chega pede novo parecer após aceitar não votar o inicial (com áudio)

O Chega anunciou esta terça-feira que vai pedir um novo parecer à Comissão de Transparência e Estatuto dos Deputados sobre a situação da deputada socialista Jamila Madeira, depois de ter concordado na semaa passada em não votar o documento inicial.

Parecer de declaração de registo de interesses de Jamila Madeira foi adiado e nunca chegou a ser votado

O pedido de emissão de parecer sobre a declaração de registo de interesses de Jamila Madeira foi adiado por falta de documentação e mesmo depois de ter sido novamente reagendado não chegou a ser nem debatido, nem votado.

Jamila Madeira suspende cargo na REN (com áudio)

A saída da REN acontece depois de ter sido noticiado que Jamila Madeira acumulava rendimentos na rede elétrica nacional e no Parlamento desde 2010. Jamila Madeira disse ao JE que pediu parecer para avaliar situação e quando não obteve resposta pediu “exclusividade” e suspendeu “funções na REN”.

Deputada socialista Jamila Madeira acumulou rendimento de 11 mil euros na AR e na REN Serviços

Deputada do PS recebeu duplo salário durante nove meses. Comissão parlamentar demorou cinco meses a avaliar, mas considerou que não poderia acumular funções. REN Serviços pertence a grupo com concessão de serviço público.
Recomendadas

TAP: Aprovada comissão de inquérito à “tutela política da gestão” proposta pelo BE

O objeto desta comissão será “avaliar o exercício da tutela política da gestão da TAP, SGPS, S.A. e da TAP, S.A., em particular no período entre 2020 e 2022, sob controlo público”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.

Bónus ilegal à CEO da TAP. PSD diz que “tem que haver consequências políticas”

“Temos que apurar realmente o que aconteceu e está a acontecer na TAP. Quando falamos na gestão da TAP é preciso perceber onde estava o acionista Estado? Como foi possível atirar 3,2 mil milhões de euros para a TAP?”, questionou-se o deputado social-democrata.
Comentários