Jantar vínico no Grand Hotel Açores Atlântico

O Jantar Temático Vínico das Rotas da Insulana de Navegação está de regresso ao Balcony Restaurant no dia 25 de março, num convite à eno-gastronomia a bordo de uma experiência cinco estrelas.

Acácio Oliveira e José Gala

O Balcony Restaurant, o espaço de restauração do Grand Hotel Açores Atlântico, o hotel cinco estrelas da Bensaude Hotels Collection em Ponta Delgada, S. Miguel, apresenta uma nova edição do Jantar Temático Vínico das Rotas da Insulana de Navegação no dia 25 de março.

Esta experiência enogastronómica exclusiva está recheada de sabores e momentos únicos num jantar que procura ser uma viagem nas rotas da Insulana de Navegação, a bordo do Balcony Restaurant, onde a gastronomia, os vinhos e o serviço são embaixadores de excelência.

O jantar, preparado pelo chef José Gala, começa pelas 19h30 e é composto por cinco momentos que pretendem aliar o melhor da gastronomia açoriana a uma seleção de vinhos exclusivos.

Acácio Oliveira, chefe de sala, foi o responsável pela seleção de vinhos e propõe casar o jantar com uma variedade de opções da Coleção Privada do Eng. Domingos Soares Franco, que traduzem o seu espírito criador, a paixão que sente pela viticultura, enologia e a influência que tem do Novo Mundo. Desta forma, promove-se a associação a uma casa Histórica, a mais antiga em Portugal desde 1834, já na sétima geração de produção de vinhos.

Já o menu começa com ceviche de vieira, ouriço com limão galego, gel de pimenta da terra e espuma de chá verde acompanhado por Roxo Rosé 2020. Como entrada, o chef propõe milho doce em texturas com ravioli de sapateira, tobicos e espadarte rosa fumado com paring Riesling 2019.

Segue-se peixe da nossa costa com bochecha de bacalhau, camarão tigre num arroz cremoso de plâncton e açafroa servido com Verdelho 2020. Como prato de carne é apresentado parmentier de vaca em slow cooking em vinho de cheiro, terrina de foie gras e legumes do prado com paring de FSF Homenagem 2015.

Por fim, a sobremesa é biscuit de cerveja preta doce, panna cotta e gelado de amendoim salgado, fumado em folha de tabaco servida com Moscatel Roxo de 1995.

“A escolha dos ingredientes é feita primeiro consoante a época do ano, depois segundo os produtos que temos ao dispor na nossa região e, por fim, de acordo com o storytelling do jantar que serve de inspiração. E, claro, depois existe a técnica, a criatividade, a identidade e o envolvimento da equipa para produzir pratos de sabores, texturas e requinte que se querem únicos e exclusivos”, explica o chef José Gala.

O jantar tem o custo de 70 euros por pessoa. As reservas fazem-se através do telefone +351 296 302200 ou do email ghaa@bhc.pt 

Recomendadas

Livro: “Afrotopia”

A necessidade de reinvenção de um continente no século XXI pela pluma e olhar acutilante de Felwine Sarr, que nos deixa um apelo neste livro no sentido de pensar África como um mundo com outros trilhos a percorrer que não os traçados de antemão pela economia global.

GameStop: o poder das comunidades

Weekend: A equipa da Instinct deixa-lhe sugestões de entrevistas, livros, filmes, séries, podcasts e artigos que o/a vão ajudar a entender, refletir e inspirar sobre o futuro para inovar com impacto.

Ministro da Cultura quer consenso alargado nas diretivas sobre direitos no mercado digital

A diretiva europeia que adapta a gestão dos direitos de autor e dos direitos conexos ao meio digital vai estar em consulta pública, período durante o qual poderão voltar a ser ouvidas as partes interessadas no processo.
Comentários