JCDecaux ganha um contrato de 10 anos com a ViaQuatro no Brasil

A JCDecaux ganha um contrato de 10 anos com a ViaQuatro para a exploração de espaços publicitários na linha 4 do metro de São Paulo, tornando-se no maior grupo de meios no metro do Brasil.

A empresa de publicidade em outdoors, JCDecaux, anunciou que ganhou um contrato de 10 anos com a ViaQuatro para a exploração de espaços publicitários na linha 4 do metro de São Paulo, tornando-se no maior grupo de meios no metro do Brasil.

“A JCDecaux, número um da comunicação exterior, ganhou um contrato de 10 anos com a ViaQuatro, responsável pela gestão e manutenção da linha 4 (Amarela) do metro de São Paulo, referente à exploração publicitária desta linha”, segundo a nota.

A comercialização dos espaços publicitários arrancou este mês de outubro de 2022.

“A JCDecaux gere desde já a publicidade das linhas 1 (Verde), 2 (Vermelho) e 3 (Azul), com uma audiência de mais de 4,5 milhões de pessoas por dia” e “graças ao ganho da linha 4 (Amarela), com 11 estações numa distância de 12 km, a JCDecaux torna-se no primeiro grupo de publicidade em metros no Brasil e atingirá 5,2 milhões de passageiros por dia”.

Segundo o comunicado, o contrato “inclui mais de 120 lonas criativas de grande dimensão e 385 ecrãs digitais nos cais e nos corredores do metro, bem como 747 monitores nas próprias carruagens”.

Considerando as três linhas de metro já exploradas, a JCDecaux vai gerir um total de 686 dispositivos e 584 ecrãs digitais no metro de São Paulo.

“Depois de ter lançado recentemente a sua oferta programática de DOOH no mercado brasileiro, a JCDecaux estenderá em breve essa mesma oferta aos inventários da linha 4, permitindo que os anunciantes criem campanhas de DOOH de elevado impacto, baseadas em dados. Terão desta forma, uma oferta publicitária rica e variada, concebida para estreitar os seus laços com os passageiros diários da maior metrópole da América do Sul”, defende a empresa.

 

 

Recomendadas

Binter e Embrar fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

Manuel Champalimaud compra à Novares a área de injeção de plásticos para a indústria automóvel

A aquisição visa reforçar posição do Grupo Champalimaud no sector dos componentes de plástico decorativo e de interface para a indústria automóvel.

PremiumAmazon diz que “continua a fazer investimentos” de cloud em Portugal

A empresa norte-americana de computação na nuvem Amazon Web Services (AWCS)está a desenvolver um centro de dados no país, mas não se compromete com uma data de abertura.
Comentários