JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira, 11 de maio

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quarta-feira.

Cristina Bernardo

 

Ouça e acompanhe o podcast “JE Notícias” em:

Spotify | Google Podcasts | Apple Podcasts

 

 
Fonte ligada ao processo confirmou à Lusa o arquivamento decidido pelo MP em relação ao antigo governante e ao seu chefe de segurança, Nuno Dias, mas a magistrada Catarina Silva manteve a acusação contra o antigo motorista Marco Pontes, acusado de um crime de homicídio por negligência.

Em 18 de junho de 2021, a viatura oficial em que seguia Eduardo Cabrita atropelou mortalmente Nuno Santos, trabalhador que fazia manutenção da A6, ao quilómetro 77,6 da via, no sentido Estremoz-Évora.
 

 
A Presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, admitiu esta quarta-feira um aumento dos juros já no verão, naquele que será o primeiro aumento da taxa em mais de uma década, juntando a sua voz à de vários governadores que apontavam para esse cenário nos próximos meses, de acordo com a “Bloomberg”.

De acordo com a economista francesa, “a primeira subida das taxas, seguindo as orientações a prazo do BCE sobre as taxas de juro, irá acontecer algum tempo depois do fim das compras de ativos líquidos”.
 

 
Num comunicado conjunto divulgado, relativo às viagens aéreas na União Europeia (UE) em altura de levantamento de restrições relacionadas com a Covid-19, a EASA e o ECDC indicam que vão “retirar a recomendação de uso obrigatório de máscaras médicas nos aeroportos e a bordo de um voo”, embora lembrando que “uma máscara facial continua a ser uma das melhores proteções contra a transmissão” do SARS-CoV-2, nomeadamente para pessoas mais vulneráveis.

A atualização do Protocolo Conjunto sobre Segurança Sanitária na Aviação tem em conta os últimos desenvolvimentos da pandemia, em particular os níveis de vacinação e a imunidade adquirida naturalmente e o levantamento das restrições num número crescente de países europeus”, justificam estas agências da EU.
 

 
As forças militares da Ucrânia conseguiram expulsar as tropas russas das localidades de Cherkaski Tiishkii, Ruski Tiishki, Borshchova e Slobozhansketerritório, em Kharkiv, que Volodymyr Zelensky vê como uma manobra importante para a contraofensiva no país.

Ao final do dia de ontem, o presidente ucraniano anunciou que os militares estavam gradualmente a empurrar as tropas russas para fora da cidade de Kharkiv, uma cidade chave que tem estado sob ataque russo desde o início da guerra, e de volta à fronteira com a Rússia.
 

 
Vladimir Putin está preparado para uma longa guerra na Ucrânia. Nem mesmo uma vitória russa no leste do país pode colocar fim ao conflito, segundo uma análise dos serviços de inteligência norte-americanos, revela hoje a “BBC”.

O relatório é divulgado no dia em que o presidente ucraniano anunciou que forças ucranianas reconquistaram várias aldeias a norte da cidade de Kharkiv, a segunda maior do país e localizada no leste do país.
 

 
A ministra espanhola da Economia recusou-se a posar numa fotografia por ser a única mulher, segundo a agência “Efe”.

O episódio teve lugar no início do Fórum de Líderes de Madrid, um evento sobre liderança empresarial, organizado pela Confederação Empresarial da capital espanhola (CEIM-CEOE).
 

 
A Benfica SAD vai avançar com uma oferta pública de subscrição de obrigações, com maturidade de três anos, taxa de juro bruta fixa de 4,60% ao ano e montante inicial de 40 milhões de euros.

“Este empréstimo obrigacionista visa a obtenção de fundos através do recurso ao mercado de capitais, prosseguindo uma estratégia de diversificação e otimização das fontes de financiamento da Benfica SAD”, lê-se no prospeto enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).
 

 
O Parlamento vai votar esta quarta-feira o requerimento apresentado pelo Grupo Parlamentar da Iniciativa Liberal para audição do primeiro-ministro “sobre o alegado envolvimento no acolhimento de refugiados, em alguns concelhos, de associações que fazem parte das instituições de propaganda russa”. A votação vai ter lugar na comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos Liberdades e Garantias.

Em declarações à “CNN Portugal”, o líder parlamentar da IL, Rodrigo Saraiva, explicou que para além das audições que vão avaliar as questões relacionadas com os direitos humanos dos refugiados ucranianos, existem outras matérias importantes que devem ser esclarecidas pelo primeiro-ministro. “Há aqui questões que remetem para a segurança do Estado, e quem diz segurança, diz segurança e estabilidade das instituições, e diz a segurança dos cidadãos, sejam eles portugueses, estrangeiros residentes em Portugal ou os refugiados”, defende.
 

 
O Governo ruma esta quarta-feira à Concertação Social para discutir com as confederações patronais e com as centrais sindicais a Agenda do Trabalho Digno e o acordo de parceria PT2030, bem como o acordo sobre competitividade e rendimentos, que deverá ficar fechado até ao outono, de acordo com a expectativa sinalizada pelo primeiro-ministro, António Costa.

No que diz respeito à Agenda do Trabalho Digno, em causa está um pacote de alterações à lei laboral, que já passou pela Concertação Social na legislatura anterior, mas não mereceu “luz verde” nem da parte dos patrões, nem da parte dos representantes dos trabalhadores.
 

 
O grupo Media Capital anunciou hoje que a TVI foi “absolvida no denominado processo Banif”.

“Num caso que remonta a 2015, a estação e o então Diretor de Informação, Sérgio Figueiredo, foram acusados da prática de 1 crime de ofensa à reputação económica por terem avançado uma notícia que dava conta da resolução do banco”, segundo o comunicado.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

Revista de imprensa nacional: as notícias que estão a marcar esta quinta-feira

“Secretas” portuguesas identificaram jovens radicalizados no jihadismo; AICEP ruma a Frankfurt para namorar PME alemãs; Massacre no Texas. América chora novo ataque em escola e relança debate sobre acesso fácil às armas

Portugal autorizou venda do Chelsea e receitas serão usadas para fins humanitários (com áudio)

Portugal tinha recebido na noite de terça-feira uma carta do russo Roman Abramovich, que tem passaporte português, pedindo autorização para a venda do clube de futebol inglês Chelsea.
Comentários