JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira, 28 de setembro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quarta-feira.

 

Ouça e acompanhe o podcast “JE Notícias” em:

Spotify | Google Podcasts | Apple Podcasts

O Orçamento do Estado de 2023 vai ser debatido na generalidade dia 26 e 27 de outubro, estando a votação final global do diploma da proposta do Governo marcada para 25 de novembro.

Estas datas foram hoje definidas em conferência de líderes e avançadas pela socialista Maria da Luz Rosinha, em declarações aos jornalistas na Assembleia da República, em Lisboa.

A União Europeia e a NATO acreditam que existiu sabotagem nas fugas registadas nos gasodutos russos Nord Stream registadas nos últimos dias, segundo a “Reuters”

Da parte da Aliança Atlântica, o secretário-geral, Jens Stoltenberg, atribuiu nesta quarta-feira as falhas no Nord Stream a atos de sabotagem e disse ter discutido a proteção da infraestrutura crítica nos países da NATO com o ministro dinamarquês da Defesa.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky disse, na noite de terça-feira, citado pelo Politico, que não haverá negociações de paz entre a Ucrânia e a Rússia enquanto Vladimir Putin permanecer como líder russo.

“Isso é claro e óbvio”, acrescentou Zelensky no discurso à nação, depois da realização de referendos realizados em regiões ucranianas numa tentativa de Putin anexar mais território ucraniano.

“O país tem hoje condições financeiras para poder assumir este projeto com a tranquilidade” que não haverá “sobressaltos que o ponham em causa”, declarou o primeiro-ministro, António Costa.

O governante, que marcou presença de manhã no terminal ferroviário de Campanhã, no Porto, para a apresentação do projeto de alta velocidade para ligação de Lisboa ao Porto e Porto a Vigo (Espanha), salientou que infraestruturas como esta “transcendem qualquer maioria”.

Quinze Estados-membros, entre os quais Portugal, subscreveram a carta conjunta enviada na terça-feira à Comissão Europeia a reclamar um teto para o preço do gás importado, matéria que deverá ser discutida no Conselho extraordinário de Energia de sexta-feira.

Subscrita por 12 Estados-membros ao início de terça-feira – Bélgica, Itália, Espanha, Portugal, Polónia, Grécia, Malta, Lituânia, Letónia, Eslovénia, Croácia e Roménia –, a missiva dirigida à comissária europeia da Energia, Kadri Simson, reuniu ainda ao longo do dia mais três assinaturas, incluindo a da ministra da transição energética de França, a que se juntaram Bulgária e Eslováquia, de acordo com a versão final, à qual a Lusa teve acesso.

“Trata-se de uma nova violação à soberania e à integridade territorial da Ucrânia, no contexto de violações sistemáticas dos direitos humanos”, disse Borrell através de uma mensagem difundida pela rede social Twitter.

“Nós saudamos a coragem dos ucranianos que continuam a opor-se e a resistir à invasão russa” acrescentou o chefe da diplomacia do bloco europeu.

A Galp anunciou que vai investir cinco mil milhões de dólares (5,2 mil milhões de euros) no Brasil nos próximos 10 a 15 anos.

O objetivo é continuar a investir na produção petrolífera, mas também em energias renováveis, segundo revelou o presidente executivo da Galp em entrevista à “Bloomberg”.

“Na Europa anunciam uma recessão da economia, porque a Europa e os Estados Unidos optaram pelo suicídio económico, tentando matar a Rússia”, disse o governante, durante um ato público transmitido pela televisão estatal venezuelana.

Maduro previu que “se anuncia uma grande recessão mundial”, numa altura em que a Venezuela “bate o recorde mundial de crescimento económico da economia real, não petrolífera”, que disse ser superior a 20% no atual trimestre.

A Deco Proteste revela nesta terça-feira, 27 de setembro, que os pais estão com maior dificuldade em pagar as despesas escolares dos filhos este ano, dando conta de que quase três em cada dez confessam mesmo ser “impossível” enfrentar alguns gastos. As conclusões constam de um estudo desta organização de defesa do consumidor:

“Comparando com o ano letivo anterior, 54% dos agregados familiares afirmam estar com mais dificuldades em fazer face aos custos com a escola dos filhos. Menos de metade (42%) conseguem pagar a maioria das despesas, mas não todas. E quase três em cada dez confessam ser impossível enfrentar alguns gastos”, avança a Deco Proteste.

A empresa sueca Klarna, que está prestes a completar o primeiro ano de operação em Portugal, revelou esta quarta-feira que já são mais de 200 mil os consumidores portugueses que têm uma conta ativa na fintech que lhes dá flexibilidade de decidir como e em quantas vezes querem pagar as suas compras.

Em termos de empresas, a Klarna trabalha atualmente com mais de 870 marcas em Portugal, entre as quais a Samsung, a About You, a Adidas, a Showroomprive, a Emma Sleep, a Gato Preto, a Xiaomi Store, a Sklum, entre outras.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, assegurou que, caso as três fugas detetadas nos gasodutos submarinos Nord Stream no mar Báltico sejam uma “ação de sabotagem”, haverá “uma forte resposta”.

“Agora é primordial investigar os incidentes, obter total clareza sobre os eventos e porquê. Qualquer interrupção deliberada da infraestrutura energética europeia ativa é inaceitável e levará à resposta mais forte possível”, disse Von der Leyen.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Portugal é o terceiro favorito a ganhar o Mundial, prevê casa de apostas

Após o triunfo por 6-1 frente à Suíça, resultado que colocou Portugal no caminho de Marrocos nos quartos-de-final do Mundial, a Seleção comandada por Fernando Santos é agora a terceira favorita a ganhar a competição, empatada com a Argentina e a Inglaterra.

Respostas Rápidas: Que jogadores de Portugal mais podem valorizar neste Mundial?

Da baliza ao ataque, da Luz ao Dragão passando por Madrid, a prestação da Seleção portuguesa no Mundial pode dar muito a ganhar em 2023, sobretudo aos clubes que “emprestam” os seus melhores ativos para a prova de seleções de excelência a nível mundial. Saiba que jogadores poderão sair mais valorizados com a promessa das milhões para o fecho de contas do primeiro semestre da temporada.
Comentários