JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira, 2 de novembro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quarta-feira.

 

Ouça e acompanhe o podcast “JE Notícias” em:

Spotify | Google Podcasts | Apple Podcasts

 

 
“Nos primeiros nove meses do ano, face ao mesmo período do ano passado, a tarifa média subiu 23%”, afirmou Gonçalo Pires, em resposta aos jornalistas, em Lisboa.

De acordo com este responsável, a subida é justificada pelo “aumento brutal” do preço dos combustíveis.
 

 
“Consideramos que todas as partes neste conflito devem evitar quaisquer passos que possam provocar um aumento da tensão”, disse o porta-voz do Kremlin (Presidência), Dmitri Peskov, citado pela agência espanhola EFE.

Peskov disse que a “situação na península já é suficientemente tensa” e insistiu que todos devem permanecer calmos.
 

 
A conta de Twitter de Donald Trump, assim como as outras contas que estão bloqueadas, não vão ser repostas até, pelo menos, às eleições intercalares americanas, marcadas para a próxima terça-feira, dia 8 de novembro. A garantia foi deixada pelo novo dono daquela rede social, Elon Musk.

A reposição dos perfis em causa encontra-se em processo, algo que deve demorar “pelo menos mais algumas semanas”, disse o empresário norte-americano num esclarecimento feito esta quarta-feira, no próprio Twitter.
 

 
Depois de ter estado estável durante vários meses, o desemprego subiu ligeiramente em setembro. De acordo com os dados divulgados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa situou-se em 6,1%, mais 0,1 pontos percentuais do que em agosto.

Desde maio que a taxa de desemprego estava estacionada nos 6%, refletindo a resiliência do mercado de trabalho português face à crise energética, à inflação e aos demais efeitos do conflito em curso no leste europeu. Setembro foi, contudo, sinónimo de uma subida em cadeia desse indicador, ainda que ligeira (os tais 0,1 pontos percentuais) para 6,1%, “o valor mais elevado desde dezembro de 2021”.
 

 
A escolha de Fernando Araújo para assumir o cargo de diretor executivo do SNS por um período de três anos foi anunciada pelo ministro da Saúde, Manuel Pizarro, em 23 de setembro, referindo que a Direção Executiva do SNS estará sediada no Porto, por proposta de Fernando Araújo, em linha com “a intenção descentralizadora do Governo”.

De acordo com o ministro da Saúde, apesar de entrar hoje em funções, a Direção Executiva do SNS estará em plenitude de funções apenas a partir de 01 de janeiro, após a entrada em vigor do Orçamento do Estado para 2023.
 

 
“Os índices da criminalidade em 2022, quando comparados com 2019, transmitem-nos confiança nesse rumo. Apesar de uma ligeira subida da criminalidade geral em 1,3%, a criminalidade violenta e grave diminuiu 5,3%”, precisou José Luís Carneiro, durante a apreciação na especialidade da proposta de Orçamento do Estado para 2023 (OE2023).

Na sua intervenção inicial, o ministro sustentou que esta proposta orçamental pretende sustentar “o propósito de Portugal continuar a ser um dos países mais seguros do mundo, apesar do exigente e incerto contexto externo” que se vive.
 

 
A TAP anunciou esta quarta-feira que, no terceiro trimestre, registou um “recorde histórico de receitas operacionais” que ascenderam aos 1.118,9 milhões de euros, sendo 2,5 vezes superiores às do mesmo período do ano passado, quando se fixavam em 657,3 milhões.

Ademais, superaram “os níveis pré-crise em 7,5%, o que permitiu à companhia alcançar um desempenho financeiro sem precedentes, com um EBITDA Recorrente de 280,1 milhões de euros e um EBIT Recorrente de 152,7 milhões, ambos acima dos níveis pré-crise, apesar do aumento dos custos com combustível”, informa a empresa em comunicado.
 

 
O exército da Coreia do Sul anunciou ter disparado hoje três mísseis ar-terra, em resposta ao lançamento de pelo menos dez mísseis pelo Norte, incluindo um que caiu perto das águas territoriais sul-coreanas.

Os mísseis sul-coreanos caíram em águas perto da linha de fronteira que separa os dois países, “a uma distância correspondente à área onde o míssil norte-coreano caiu”, disse o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul.
 

 
A Associação Portuguesa do Ensino Superior Privado (APESP), presidida por António Almeida-Dias, e a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), liderada por Celso Niskie, assinam um acordo de cooperação esta quarta-feira, 2 de novembro, no Grémio Literário, em Lisboa.

“Há todo o interesse em que os dois sistemas de ensino superior não estatal – o português e o brasileiro – se articulem em várias matérias, nomeadamente no que diz respeito ao recrutamento de estudantes estrangeiros para titulações conjuntas”, afirma António Almeida-Dias, presidente da APESP.
 

 
“Quero começar agradecendo os 58 milhões de brasileiros que votaram em mim no último dia 30”, disse o Presidente, dois dias depois da sua derrota nas presidenciais, naquela que foi a sua primeria declaração pública, onde nunca reconheceu a derrota.

“Os atuais movimentos populares são fruto de indignação e sentimento de injustiça de como se deu o processo eleitoral. As manifestações pacíficas sempre são bem-vindas, mas nossos métodos não podem ser os da esquerda, que sempre prejudicaram a população, frisou.
 

 
O ministro da Economia, António Costa Silva, anunciou, esta terça-feira, um pacote de digital voucher no valor de 90 milhões de euros, durante o seu discurso na abertura da Web Summit.

“Como parte do nosso plano nacional vamos lançar nos próximos dias um pacote de 19 milhões para vouchers digitais para apoiar startups nos próximos quatro anos”, disse António Costa Silva.

Recomendadas

Râguebi português no Mundial: uma oportunidade para atrair patrocinadores? Veja o “Jogo Económico”

O râguebi português vive um momento histórico com a segunda qualificação para o Mundial. Dos apoios aos patrocínios, o que ganha a modalidade com esta visibilidade? Carlos Amado da Silva, presidente da Federação Portuguesa de Râguebi, é o convidado desta edição.

Mundial2022. Croácia nas meias-finais após eliminar o Brasil nos penáltis

A Croácia qualificou-se esta sexta-feira para as meias-finais do Mundial de futebol de 2022, ao vencer o pentacampeão Brasil por 4-2 no desempate por penáltis, após 1-1 nos 120 minutos, no primeiro encontro dos quartos de final.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta sexta-feira.
Comentários