JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira, 16 de dezembro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quinta-feira, 16 de dezembro.

Mário Cruz/Lusa

 

Ouça e acompanhe o podcast “JE Notícias” em:

Spotify | Google Podcasts | Apple Podcasts

A deputada centrista Cecília Meireles considerou que o “CDS está preso ao seu passado” depois do líder do partido ter revelado a lista de candidatos a deputados para as eleições legislativas.

Em entrevista à “CNN”, Cecília Meireles defendeu que “o CDS está extraordinariamente fragilizado”. Quanto à lista de candidatos a deputados a centrista referiu que esta “não é uma renovação”. “Acho que é precisamente o CDS preso no seu passado e com toda a franqueza em questões que eu achava que tinham ficado resolvidas lá atrás”, destacou.

O primeiro-ministro português avisou hoje que Portugal deverá prolongar as medidas para lá de 9 de janeiro, a data limite para as restrições previstas para o período festivo.

António Costa disse que as medidas serão “seguramente prorrogadas” porque a “nove de janeiro não vamos estar em condições de retirar estas medidas” devido à nova variante Ómicrom, revelou hoje em Bruxelas, citado pelo “Expresso”.

A Parques de Sintra – Monte da Lua foi distinguida na edição de 2021 dos World Travel Awards esta quinta-feira, 16 de dezembro, ao conquistar o prémio de ‘Melhor Empresa do Mundo em Conservação’, triunfo que alcançou pelo nono ano consecutivo (2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020 e 2021).

A empresa foi criada em 2001 no seguimento da classificação pela UNESCO da paisagem cultural de Sintra como Património da Humanidade e conta desde 2019 com a gestão do (Parque e Palácio Nacional da Pena, Palácios Nacionais de Sintra e de Queluz, Chalet da Condessa d’Edla, Castelo dos Mouros, Palácio e Jardins de Monserrate, Convento dos Capuchos e Escola Portuguesa de Arte Equestre), espaços que já receberam desde então 3,7 milhões de visitas, sendo 90% delas de turistas estrangeiros.

O World Travel Awards elegeu novamente a Madeira, pelo sétimo ano consecutivo, como o melhor destino insular do mundo.

A Madeira acabou por se distinguir numa categoria onde também estavam nomeados Bali (Indonésia), Barbados, Bora Bora (Polinésia Francesa), Cayo Ambergris (Belize), Cozumel (México), Creta (Grécia), Fiji (Oceano Pacífico), Havai (EUA), Ilhas Cook (Oceano Pacífico), Ilha Holbox (México), Ilhas Turcas e Caicos (Caraíbas), Jamaica (Caraíbas), Maldivas (Oceano Índico), Maurícia (Oceano Índico), Santa Lúcia (Caraíbas), Sardenha (Itália), Seychelles (Oceano Índico), Siargao (Filipinas), Sicilia (Itália) e Zanzibar (Tanzânia).

Portugal alcançou a realização de mais de 23 milhões de testes de despiste à Covid-19 desde o início da pandemia no passado dia 14 de dezembro. Em comunicado, a task-force da testagem nota que 15,7 milhões de testes eram PCR e 7,4 milhões de testes rápidos de antigénio de uso profissional, cujas durações são de 72 e 48 horas, respetivamente.

Foram necessários apenas oito dias para Portugal voltar a ultrapassar a marca de um milhão de testes realizados, tendo sido 700 mil (66%) de testes antigénio nestes dias. O alcance total de 23.124.747 milhões de testes não incluiu os autotestes vendidos em supermercados e farmácias.

O Governo tem poderes a partir de hoje para impor o uso obrigatório de máscara na rua. Para isso acontecer, o Conselho de Ministros tem de aprovar esta medida no âmbito de um estado de alerta, contingência ou calamidade.

Para hoje está agendada a habitual reunião semanal do Conselho de Ministros, onde previsivelmente o atual estado da pandemia será analisado.

Pode o vice-almirante Gouveia e Melo vir a ser Presidente da República no futuro? “O futuro só a Deus pertence”, disse o antigo líder da task force para a vacinação.

“Têm-me aconselhado a dizer que dessa água não beberei, que é uma frase muito forte que não se deve dizer nunca. Tenho uma carreira militar que pretendo continuar”, disse Henrique Gouveia e Melo, 61 anos, ao “Diário de Notícias”.

Recomendadas

Atualização do IAS aumenta valor máximo do subsídio de desemprego em 93 euros

O valor máximo do subsídio de desemprego vai subir mais do que o previsto avançando 93 euros, para 1.201,08 euros, refletindo o aumento de 8,4% do Indexante de Apoios Sociais (IAS) em 2023.

Afinal, pensões mais baixas vão subir 4,83% em janeiro

Pensões até 961 euros vão ter aumento de 4,83%, pensões entre 961 euros e 2.883 euros vão subir 4,49% e pensões acima de 2.883 euros vão crescer 3,89%. Correção das atualização vai custar 110 milhões de euros, aos quais se somam os 1.155 milhões de euros já previstos.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.
Comentários