JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira, 27 de junho

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta segunda-feira.

Michael Parulava/Unsplash

 

Ouça e acompanhe o podcast “JE Notícias” em:

Spotify | Google Podcasts | Apple Podcasts

 

 
A Rússia acusa o Ocidente de a empurrar para um ‘default’ artificial, segundo o Kremlin, citado pela “Reuters”. O Ministério das Finanças russo garante que direcionou fundos para fazer o pagamento dos Eurobonds antecipadamente, mas os beneficiários não os receberam devido a ações de intermediários financeiros estrangeiros e tal não pode ser tratado como incumprimento, avançou a “Tass”.

“De acordo com a documentação de emissão para as questões mencionadas, o caso de incumprimento é a falta de pagamento do lado do devedor, mas o pagamento foi feito antecipadamente — em 20 de maio de 2022. Nesse caso, os investidores não receberam os recursos por causa de terceiros e não por falta de pagamento, o que não está expressamente previsto na emissão da documentação e deve ser considerado no âmbito das normas gerais de direito que regulam as condições da emissão, com consideração de todas as circunstâncias e boa-fé nas ações das partes”, disse o Ministério no site oficial.
 

 
Cerca de dois mil trabalhadores subscreveram o abaixo-assinado por melhores condições laborais nas linhas de produção da VW Autoeuropa, avançou nesta segunda-feira, 27 de junho, a comissão sindical do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul (SITE-SUL). O sindicato denuncia “ritmos e cargas de trabalho extenuantes” e o seu impacto negativo na saúde dos trabalhadores e dá conta do aumento “já elevado” do número de trabalhadores com doenças profissionais.

“O número alcançado em cerca de 2.000 assinaturas, comprova o grande descontentamento que existe no seio dos trabalhadores, face aos ritmos e cargas de trabalho extenuantes e às pressões a que estão sujeitos diariamente, para que se atinjam os objetivos da produção impostos pela administração”, explica o SITE-SUL VW Autoeuropa.
 

 
O Presidente argentino usará os seus dois discursos e as seis reuniões bilaterais de hoje na Cimeira do G7 para propor a Argentina como fornecedora substituta estável e confiável do gás russo à Europa e de alimentos ao mundo.

“Para a América do Sul em geral, mas para a Argentina em particular, abriu-se uma janela de oportunidades incrível para manter no mundo a segurança alimentar, a segurança energética, o abastecimento de minérios e de fertilizantes em substituição ao que os países em guerra produziam”, explica à Lusa Dante Sica, ex-ministro da Produção da Argentina (2018-2019) e diretor da consultora Abeceb, especializada em comércio e investimento na América Latina.
 

 
A Sonorgás – Sociedade de Gás do Norte, empresa do Grupo Dourogás, detentora da licença para distribuir o gás natural no concelho de Miranda do Douro, concluiu a construção da Unidade Autónoma de Gaseificação (UAG), que entrou em funcionamento no sábado, dia 25 de junho, permitindo assim abastecer mais de mil habitações através de uma rede de distribuição domiciliária com cerca de 12 quilómetros de extensão.

Com um investimento total de 2,2 milhões de euros, a Sonorgás “dá mais um passo no caminho com que se comprometeu há mais de duas décadas, o de desenvolver o interior norte do País, contribuindo para uma melhor qualidade de vida das populações e uma maior competitividade das empresas”, refere Eduardo Viana, presidente-executivo da empresa, em comunicado.
 

 
Dez dias após o “sim” de Marcelo Rebelo de Sousa, o Orçamento do Estado para 2022 foi publicado em Diário da República, entrando em vigor esta terça-feira, dia 28 de junho. Portugal deixará, assim, de estar em duodécimos, ao fim de seis meses.

O Orçamento do Estado para 2022 foi entregue por Fernando Medina na Assembleia da República em meados de abril. Seguiu-se a votação na generalidade, a discussão e votações na especialidade e a votação final global, tendo esta última acontecido a 27 de maio.
 

 
Após dois anos realizado por meios telemáticos devido à pandemia, a cimeira de três dias regressa a Sintra de forma presencial, conforme anos anteriores.

O tema deste ano foi alterado para refletir os recentes desenvolvimentos globais e a cimeira irá debater os desafios que a economia da área do euro enfrenta atualmente.
 

 
A EDP anunciou hoje a compra de dois projetos de energia solar no Vietname com um total de 200 MWac (255 MWdc). por mais de 280 milhões de dólares (269 milhões de euros).

“Os projetos situam-se no distrito de Thuan Bac no Vietname, tendo iniciado operações em 2020 estando assegurados por um CAE a 20 anos a um preço de US$93,5/MWh. O acordo foi alcançado por um valor de 284 milhões de dólares em conjunto com ganhos adicionais dependentes de objetivos operacionais”, segundo o comunicado.
 

 
Mais de 7.000 pessoas, entre elas representantes de 140 países, alguns ao mais alto nível, participam a partir de hoje em Lisboa na segunda Conferência dos Oceanos das Nações Unidas, o maior evento de sempre dedicado ao tema.

Depois de há cinco anos ter decorrido em Nova Iorque a primeira conferência, Portugal, em conjunto com o Quénia, organiza o segundo encontro, sob o lema “Salvar os Oceanos, Proteger o Futuro”.
 

 
Os portugueses vão ter de se habituar a viver com menos água, alerta o ministro do Ambiente, que deixa também um aviso a investidores: o Governo “não tem qualquer tipo de limitação na aplicação de restrições” de consumo.

Em entrevista à Agência Lusa, numa altura em que o país vive uma das maiores secas de que há registo, o ministro do Ambiente e Ação Climática, Duarte Cordeiro, salienta que o mais importante é haver água para consumo das pessoas, e que se começar a faltar água o Governo aplica “as restrições que forem necessárias”.
 

 
O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, manifestou-se este domingo muito preocupado com a situação na Ucrânia e adiantou que “tem havido intensos contactos” para desbloquear a exportação de produtos alimentares daquele país.

Guterres falava aos jornalistas após uma audiência com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em Belém.
 

 
O Presidente da República elogiou este domingo o papel “incansável” do secretário-geral das Nações Unidas na mediação da crise alimentar causada pela guerra na Ucrânia, e desvalorizou a saída da embaixadora deste país em Portugal.

No final de um evento de boas-vindas no âmbito da Conferência dos Oceanos da ONU, que arranca na segunda-feira em Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado sobre a audiência em que recebeu António Guterres, hoje à tarde, e no final da qual o secretário-geral das Nações Unidas adiantou que “tem havido intensos contactos” para desbloquear a exportação de produtos alimentares da Ucrânia.

Recomendadas

O modelo de negócio para o futebol do empresário americano que esteve interessado no Benfica

John Textor apresenta um modelo que poderá permitir baixar os custos com transferências e contratos dos atletas, na procura de fazer frente aos clubes mais ricos. O empresário presente nos campeonatos de Inglaterra, Brasil e Bélgica e agora parece próximo de chegar à liga francesa.

Liga Portugal lança campanha contra o ódio no futebol

“Mais Futebol, Menos Ódio” é o nome da nova campanha de sensibilização sobre as manifestações de ódio aos intervenientes do jogo. Será notória ao longo de toda a segunda jornada das competições profissionais.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira, 11 de agosto

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta quinta-feira.
Comentários