JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta sexta-feira, 23 de setembro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta sexta-feira.

 

Ouça e acompanhe o podcast “JE Notícias” em:

Spotify | Google Podcasts | Apple Podcasts

 

 
A Direção Executiva do Serviço Nacional de Saúde vai estar sediada no Porto, anunciou hoje o ministro da Saúde, indicando que a proposta apresentada pelo novo diretor executivo, Fernando Araújo, está em linha com “a intenção descentralizadora do Governo”.

“Foi-nos proposto pelo senhor diretor executivo que a sede da nova instituição seja localizada no Porto e nós entendemos que essa é uma proposta consentânea com a intenção descentralizadora do Governo”, afirmou Manuel Pizarro.
 

 
Fernando Araújo, o atual presidente do Centro Hospitalar Universitário de São João, no Porto, é o nome escolhido para liderar o Serviço Nacional de Saúde (SNS), confirmou ao meio-dia o recém-empossado ministro da Saúde, Manuel Pizarro.

“Quero anunciar que o Governo, através do ministro da Saúde, dirigiu ao Senhor Professor Doutor Fernando Araújo um convite para que venha a ser nomeado como o primeiro diretor-executivo do Serviço Nacional de Saúde, e é naturalmente com muita satisfação que posso anunciar que aceitou esse convite e ser, portanto, nomeado num futuro muito próximo”, anunciou o novo ministro da Saúde, Manuel Pizarro, numa conferência a partir do ministério, confirmando as suposições da opinião pública dos últimos dias.
 

 
A Austrália pediu hoje à China que use o bom relacionamento que tem com a Rússia para acabar com a invasão “ilegal” da Ucrânia, durante uma reunião entre os ministros dos Negócios Estrangeiros dos dois países.

“Pedimos à China, como membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, com uma responsabilidade especial, que defenda a Carta da ONU e use a sua influência para acabar com a guerra”, disse a ministra dos Negócios Estrangeiros da Austrália, Penny Wong, ao homólogo chinês, Wang Yi, segundo uma mensagem difundida após o encontro.
 

 
O JPP reuniu-se com a Coalición Canária, no âmbito do acordo de cooperação interparlamentar. O reforço dos laços entre as duas forças políticas em áreas como a mobilidade, transportes, saúde, coesão territorial, fiscalidade e economia foi um dos objetivos das jornadas interparlamentares que decorrem na Madeira até esta sexta-feira.

“Os laços com Canárias são históricos e remontam ao tempo das naus e da cultura da cana-de-açúcar, criando-se laços de amizade, sociais, culturais e comerciais. Reforçar os laços que unem o JPP e a Coalición Canária, em várias áreas de atuação como as mobilidades e transportes, a saúde e coesão territorial, a fiscalidade e a economia, por exemplo, torna-se estratégico para ambas as regiões insulares”, disse o líder parlamentar do JPP, Élvio Sousa.
 

 
O primeiro-ministro e o presidente do PSD reúnem-se hoje à tarde para discutir a metodologia sobre a futura solução aeroportuária para a região de Lisboa, num encontro marcado para as 17:00 em São Bento.

Ao contrário da única reunião pública entre António Costa e Luís Montenegro, que aconteceu a dois em 22 de julho, desta vez o encontro será alargado ao ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, e ao vice-presidente social-democrata Miguel Pinto Luz, “o interlocutor técnico” do PSD sobre o tema do aeroporto.
 

 
Os referendos sobre a anexação pela Rússia começaram hoje em partes da Ucrânia, total ou parcialmente controladas por Moscovo, noticiaram as agências russas, com Kiev e o Ocidente a apelidarem estas consultas de “uma farsa”.

A votação, que começou às 06:00 em Lisboa, vai decorrer até terça-feira nas regiões separatistas pró-russas de Donetsk e Lugansk (leste) e em nas áreas sob ocupação russa nas regiões de Kherson e Zaporijia (sul), enquanto decorre a ofensiva militar de Moscovo contra a Ucrânia.
 

 
A Rússia intensificou hoje a campanha militar e política para conquistar território ucraniano, pois começou a reunir os reservistas no exército e a preparar a votação para os quatro referendos que começarão a partir de sexta-feira.

As autoridades pró-Moscovo de quatro regiões da Ucrânia controladas pela Rússia vão organizar referendos para que se possam tornar parte integrante do território russo, medida que, segundo considera a agência Associated Press (AP), pode prolongar a guerra por mais tempo, seguindo o “manual” do Kremlin, que anexou a península da Crimeia após uma votação semelhante, em 2014.
 

 
O cartão bancário dos turistas voltou a impulsionar as vendas das marcas em Portugal durante o verão. A faturação dos negócios nacionais aumentou 32,2% entre o dia 1 de julho e 15 de setembro de 2022 quando comparado com o mesmo período do ano passado, de acordo com os dados da Reduniq, rede de terminais de pagamento da Unicre, apresentados esta quinta-feira.

Apesar de a faturação por via de cartões nacionais ter subido também a dois dígitos (19,6%), segundo o relatório “Reduniq Insights”, as compras dos visitantes estrangeiros foram as verdadeiras propulsoras dos negócios portugueses, porque tiveram um acréscimo bastante superior: de 82,5% nestes dois meses da chamada época alta.

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.

Ucrânia junta-se a Portugal e Espanha na candidatura ao Mundial2030 (com áudio)

De acordo com o jornal The Times, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, deu ‘luz verde’ à intenção da Ucrânia poder organizar o Campeonato do Mundo de 2030 com Portugal e Espanha e que esse objetivo será tornado público na quarta-feira, numa conferência de imprensa conjunta promovida pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF), em Nyon, na Suíça.

Regresso da Liga dos Campeões. FC Porto favorito, Benfica e Sporting partem em desvantagem

Os “dragões” têm boas possibilidades de vencer pela primeira vez na prova, enquanto os rivais de Lisboa não têm um cenário tão favorável. Na Liga Europa, o SC Braga é favorito no duelo pela liderança do grupo.
Comentários