JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira, 28 de dezembro

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcaram o dia informativo desta terça-feira, 28 de dezembro.

Jorge Jesus

 

Ouça e acompanhe o podcast “JE Notícias” em:

Spotify | Google Podcasts | Apple Podcasts

 

 
A Benfica SAD anunciou esta terça-feira a saída de Jorge Jesus do comando técnico do SL Benfica, num comunicado à CMVM. Na mesma comunicação pode ler-se que Nélson Veríssimo irá assumir o cargo com efeito imediato.

“A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD informa, nos termos e para o efeito do disposto no artigo 248.º-A do Código dos Valores Mobiliários, que chegou a acordo com o treinador Jorge Fernando Pinheiro de Jesus para a rescisão do contrato de trabalho desportivo com efeitos imediatos. Mais se informa que o treinador Nélson Alexandre da Silva Veríssimo assume, até ao final da presente temporada,
as funções de treinador da equipa principal de futebol”, pode ler-se no comunicado publicado na CMVM.
 

 
António Costa rejeitou um acordo de dois anos com o Partido Social Democrata, mas o presidente do PSD garante que essa nunca foi sequer uma hipótese que estivesse em cima da mesa.

“Nunca propus um acordo parlamentar por apenas dois anos. Disse que devia ser de quatro e que se podia avaliar a meio”, escreveu Rio no Twitter, acrescentando que “António Costa e alguma comunicação social estão intencionalmente a distorcer o que eu disse”.
 

 
Segundo a orientação atualizada pela DGS, a entrada, para refeições, em estabelecimentos de restauração e similares não encerrados por via legislativa ou administrativa nos dias 30 e 31 de dezembro e 01 de janeiro está dependente da apresentação de comprovativo de teste à covid-19 com resultado negativo ou de autoteste, feito no momento.

A DGS indica que a exigência de apresentação de comprovativo de realização de teste é dispensada para a permanência dos clientes em esplanadas abertas, bem como para “a mera entrada destes cidadãos no interior do estabelecimento para efeitos de acesso a serviços comuns, designadamente o acesso às instalações sanitárias e a sistemas de pagamento (incluindo o pagamento e recolha de refeições em serviço de take-away)”.
 

 
A diminuição da frota de aviões da TAP, e o consequente abandonar de slots, deve levar à redução das ligações da companhia aérea para a Madeira, de acordo com uma análise efetuada pela SkyExpert, reportada pela RTP.

“A TAP não terá frota suficiente para os slots que tem”, diz o fundador e diretor da SkyExpert, Pedro Castro.
 

 
A Iniciativa Liberal (IL) defendeu, nas redes sociais, que o Partido Comunista Português (PCP) defende o “grande capital da TAP” ao apoiar a injeção de dinheiro na TAP.

Num publicação no Twitter onde a IL partilha um excerto da intervenção de Carlos Guimarães Pinto, cabeça de lista da Iniciativa Liberal pelo Porto, é possível ouvir o liberal a comentar que: “Eu se fosse do PCP aquilo que eu estaria a defender era que deixassem cair a TAP e construíssem uma nova companhia aérea pública livre das dívidas e dos problemas de gestão que a atual TAP tem”.
 

 
A dois dias do “clássico” com o FC Porto e com a fraca exibição frente aos “dragões” ainda bem presente, vivem-se dias de instabilidade na Luz com uma notória indefinição em torno da liderança técnica que irá estar no importante jogo de quinta-feira. Esta terça-feira, os jornais desportivos dão conta de um cenário de conflito entre presidente, treinador e jogadores, com a saída de Jorge Jesus cada vez mais provável.

Recorde-se que o SL Benfica perdeu por 3-0 e foi eliminado da Taça de Portugal pelo FC Porto no jogo da semana passada. Esta quinta-feira, repete-se o duelo no mesmo palco mas com um peso maior: o SL Benfica está com menos quatro pontos do que Sporting CP e FC Porto e em caso de derrota, a distância irá passar para sete pontos.
 

 
O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio, admitiu que nas eleições legislativas não vai querer “eleitorado do Chega” em entrevista à “CNN Portugal”.

“Eu não quero eleitorado do Chega porque o Chega teve um vírgula poucos por centos. É uma coisa mínima”, sublinhou Rui Rio, acrescentando que pretende “manter o eleitorado que é do PSD no PSD” de forma a que estas pessoas não fujam “para a extrema direita”.
 

 
“O Governo do PS rejeitou um acordo com a esquerda na saúde e nas regras laborais e preferiu provocar eleições em janeiro. António Costa já explicou porquê: quer a maioria absoluta. Só rejeitando a maioria absoluta poderemos encontrar soluções para o SNS e para o salário ou um esforço verdadeiro para derrotar a corrupção”, sustentou Catarina Martins numa mensagem em vídeo gravada.

Garantindo que o BE “lutará por essas soluções”, num apelo ao voto para as eleições de 30 de janeiro, na tradicional mensagem de Ano Novo a líder bloquista focou-se em dois temas: corrupção e saúde.
 

 
O Tribunal de Contas (TdC) aprovou o plano de ação para 2022, que inclui auditorias no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência e do novo quadro financeiro plurianual, bem como ações de controlo sobre o acompanhamento da resposta à pandemia, apostando também numa estratégia de transformação digital e da desmaterialização de procedimentos.

“Terminando um ciclo estratégico de três anos (2020-2022), profundamente marcado pela pandemia de Covid-19 e suas repercussões, o Plano de Ação para 2022 foi igualmente aprovado ainda numa conjuntura de incerteza e imprevisibilidade quanto à evolução da pandemia e, consequentemente, quanto à influência que a mesma tem nos setores económico, financeiro e social”, pode ler-se no plano de ação para 2022, divulgado esta terça-feira.

Recomendadas

Espanha e Alemanha reúnem-se em cimeira pela primeira vez desde 2013

Espanha e Alemanha celebram na quarta-feira a primeira cimeira bilateral em nove anos, que coincide com um momento de sintonia entre os dois executivos em projetos como o do gasoduto para ligar a Península Ibérica à Europa central.

CMVM: “É notório o crescimento da divergência dos padrões de poupança das famílias portuguesas”

“A poupança de longo prazo exige disciplina e empenho além de, naturalmente, um nível de rendimento que permita poupar. Esta combinação de condições ajuda a explicar o baixo nível de poupança em Portugal e em outros países que nos são próximos”, reconhece Rui Pinto.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta terça-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta terça-feira.
Comentários