Jeff Bezos diz que doará a maior parte da sua fortuna

É a primeira vez que o empresário, de 58 anos, assume esse compromisso publicamente, uma vez que não assinou a “Promessa de doação”, uma iniciativa lançada em 2010 pelos norte-americanos Warren Buffett e Bill Gates, que encoraja os milionários a doarem mais de metade da riqueza que possuem para fins de filantropia.

O multimilionário Jeff Bezos, fundador da Amazon, afirmou, numa entrevista à CNN divulgada hoje, que tenciona doar a maior parte da sua fortuna em vida para causas benéficas.

É a primeira vez que o empresário, de 58 anos, assume esse compromisso publicamente, uma vez que não assinou a “Promessa de doação”, uma iniciativa lançada em 2010 pelos norte-americanos Warren Buffett e Bill Gates, que encoraja os milionários a doarem mais de metade da riqueza que possuem para fins de filantropia.

Segundo a agência Bloomberg, Jeff Bezos vale atualmente 124 mil milhões de dólares (cerca de 120 milhões de euros), o que faz dele a quarta pessoa mais rica do mundo. Chegou a liderar a lista dos mais ricos, mas a sua fortuna, em grande parte ligada à Amazon, diminuiu à medida que as ações da empresa caíram no ano passado.

Jeff Bezos é também proprietário do jornal Washington Post, da empresa espacial Blue Origin e do Bezos Earth Fund, um fundo dedicado ao planeta que lançou em 2020, dotando-o de 10 mil milhões de dólares.

A ex-mulher de Jeff Bezos, MacKenzie Scott, cuja fortuna está calculada em perto de 24 mil milhões de dólares já prometeu doar pelo menos metade para caridade, ao assinar em 2019, logo após o divórcio a “Promessa de doação”.

Scott agitou o mundo da filantropia no início de 2021, doando 6.000 milhões de dólares a diversas organizações sem restrições ou requisitos associados às suas contribuições.

Recomendadas

Binter e Embrar fecham compra de cinco novas aeronaves por mais de 369 milhões de euros

As duas primeiras unidades estão previstas para chegar às Ilhas Canárias em novembro de 2023.

Manuel Champalimaud compra à Novares a área de injeção de plásticos para a indústria automóvel

A aquisição visa reforçar posição do Grupo Champalimaud no sector dos componentes de plástico decorativo e de interface para a indústria automóvel.

PremiumAmazon diz que “continua a fazer investimentos” de cloud em Portugal

A empresa norte-americana de computação na nuvem Amazon Web Services (AWCS)está a desenvolver um centro de dados no país, mas não se compromete com uma data de abertura.
Comentários