Jerónimo de Sousa diz que PSD é um “pronto-socorro” e CDS-PP é um “atrelado” do Governo

O secretário-geral do PCP acusou os partidos da direita de se aliarem ao Governo do PS no que respeita à legislação laboral. Por outro lado, voltou a defender um aumento do salário mínimo nacional que “não se limite aos 600 euros” em 2019.

Em interpelação ao primeiro-ministro António Costa, no debate quinzenal desta tarde, o secretário-geral do PCP criticou as alterações à legislação laboral apresentadas pelo Governo e o apoio dos partidos da direita a essa iniciativa. Jerónimo de Sousa disse que o PSD tem sido “um pronto-socorro” e o CDS-PP “não passa de um atrelado sempre que estão em causa interesses do capital”.

Na mesma intervenção, Jerónimo de Sousa voltou a defender um aumento do salário mínimo nacional que “não se limite aos 600 euros” em 2019. Especificou mesmo o valor de 650 euros como patamar a atingir, sublinhando: “Não há nenhuma razão para o Governo não o fazer”. E defendeu que esse aumento deve beneficiar tanto os funcionários públicos como os trabalhadores do setor privado.

Por sua vez, Costa manifestou discordância quanto à legislação laboral. O primeiro-ministro disse ter “pena” que o PCP “não valorize suficientemente a proposta de lei que é a primeira que vem dinamizar a contratação coletiva e o combate à precariedade”. Quanto ao salário mínimo nacional, reiterou que o valor será de 600 euros em 2019, tal como estava previsto no início da legislatura.

 

 

Recomendadas

João Cotrim de Figueiredo no regresso do Clube dos Pensadores

Líder do Iniciativa Liberal está no Porto para o regresso do Clube dos Pensadores, um grupo de debate enraizado na sociedade civil por onde já passaram quase todos os líderes políticos nacionais.

Ministro da Saúde quer reinício das negociações com sindicatos ainda em outubro

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, disse hoje em Coimbra que o regresso às negociações com os sindicatos dos médicos e enfermeiros “de outubro não passará”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários