Jerónimo Martins e BCP puxam pelos ganhos do PSI20

O principal índice da bolsa de Lisboa, o PSI20, segue hoje a valorizar, invertendo a tendência da abertura, com as ações da Jerónimo Martins e do Banco Comercial Português (BCP) a puxarem pelos ganhos. A marcar as negociações de hoje está a suspensão das ações da Portugal Telecom (PT) decidida pela Comissão do Mercado de […]

O principal índice da bolsa de Lisboa, o PSI20, segue hoje a valorizar, invertendo a tendência da abertura, com as ações da Jerónimo Martins e do Banco Comercial Português (BCP) a puxarem pelos ganhos.

A marcar as negociações de hoje está a suspensão das ações da Portugal Telecom (PT) decidida pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, um dia depois da empresária angolana Isabel dos Santos ter apresentado uma oferta de compra da operadora.

A decisão, tomada pelo conselho diretivo da CMVM, foi anunciada hoje antes da abertura da Bolsa de Valores de Lisboa e visa “permitir aos investidores a análise dos comunicados divulgados ao mercado sobre a sociedade emitente”, explica aquela entidade, em comunicado publicado na sua página na Internet.

A empresa Terra Peregrin – Participações SGPS, de Isabel dos Santos, anunciou no domingo passado o lançamento de uma oferta pública geral e voluntária de aquisição sobre a PT SGPS, oferecendo 1,35 euros por ação.

Pelas 08h40 de hoje, o PSI20 seguia a negociar nos 5.188,85 pontos, com oito dos 18 títulos que o compõem a negociarem positivos, três inalterados, um suspenso e seis negativos.

A liderar os ganhos seguiam as ações da Jerónimo Martins, que avançavam 2,89% e 1,92%, para 8,02 e 0,79 euros, respetivamente.

A Galp seguia igualmente a puxar pelos ganhos, com as ações a valorizarem 1,50% para 11,5 euros.

Do lado das perdas seguiam os títulos do Banif e da Semapa, que recuavam 1,47% e 0,95% para 0,01 e 6,6 euros.

OJE/Lusa

Recomendadas

Luta da Fed contra a inflação atinge Wall Street no fecho da sessão

De resto, o organismo liderado por Jerome Powell deu conta na semana passada da possibilidade de as taxas de juro continuarem em alta até 2023 fez com que os três principais índices tivessem caído na última semana entre 4% e 5%.

Banco de Inglaterra anuncia cenário para “testes de stress” com libra em queda

O Banco de Inglaterra divulgou hoje o cenário para testar a resistência dos grandes bancos do Reino Unido, quando o mercado obrigacionista britânico e a libra estão abalados pelas medidas orçamentais anunciadas pelo novo Governo.

Bolsa de Lisboa entre as que mais caíram. EDP Renováveis lidera perdas

O BCE e a OCDE penalizaram os mercados. “O italiano Footsie MIB foi a exceção após a vitória maioritária de Giorgia Meloni do partido de extrema-direita para o cargo de primeira-ministra, nas eleições realizadas ontem”, realçou o analista do BCP.