João Cotrim de Figueiredo no regresso do Clube dos Pensadores

Líder do Iniciativa Liberal está no Porto para o regresso do Clube dos Pensadores, um grupo de debate enraizado na sociedade civil por onde já passaram quase todos os líderes políticos nacionais.

É esta noite, 26 de setembro que, no Hotel Holiday Inn Porto-Gaia, o Clube dos Pensadores faz a sua rentrée e contará para isso com a presença de João Cotrim de Figueiredo, líder do Iniciativa Liberal, “que nas últimas eleições teve um resultado muito interessante, elegendo oito deputados e tem vindo a subir nas sondagens”, como recorda o fundador do clube, Joaquim Jorge.

O clube lembra ainda que Cotrim de Figueiredo apelida António Costa de “o primeiro-ministro do medo” e da “receita recorde”. A Iniciativa Liberal considerou que as medidas apresentadas pelo Governo para combater a inflação mostram que “a montanha pariu um rato” e acusou o executivo de “propaganda” e “manipulação da opinião pública”, sendo muito mais “cosmética” do que “estruturais”.

Deste modo, o Clube dos Pensadores “achou por bem convidar João Cotrim Figueiredo para um debate da sociedade civil”. O Clube recebeu recentemente André Ventura. “Procuraremos, no futuro, ter presente líderes de outras formações políticas: Inês Sousa Real, do PAN, Rui Tavares, do Livre. Por outro lado, procuraremos ter presente personalidades do PS, por exemplo, o líder da bancada Eurico Brilhante Dias, que já esteve no clube a assistir a um debate, ou o secretário de estado do Mar, José Maria Costa, que já esteve como convidado. E, de novo Luís Montenegro e Nuno Melo, agora, como líderes respetivamente do PSD e CDS”.

Ao longo destes anos, o Clube teve presentes Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa, Rui Rio, Catarina Martins, Jerónimo de Sousa “e muitas figuras gratas do panorama nacional”.

Recomendadas

ISP: “Medida injusta e mesquinha”. Saiba o que dizem os partidos sobre os ajustes do Governo

Os partidos com representação parlamentar demonstram-se contra a posição tomada pelo Executivo de António Costa relativamente ao ISP.

Eutanásia. PSD justifica referendo com “caminho de não retorno” em matéria de “interesse nacional”

O projeto de resolução do PSD de referendo sobre a despenalização da eutanásia, hoje revelado, defende a consulta popular por considerar que está em causa “uma questão de relevante interesse nacional” que implica “um caminho de não retorno”.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.
Comentários